Opinião: Duas Mulheres, Dois Destinos | Lesley Pearse

SINOPSE: Na primavera de 1935, em Londres, duas jovens observam enquanto a polícia retira o cadáver de um homem de um lago. Elas vêm de mundos completamente diferentes. Ruby é filha de uma prostituta alcoólica e só conhece a pobreza e o abandono. Verity, de boas famílias, vive com todo o conforto que o privilégio garante. Mas, nesse dia, começa entre ambas uma amizade que perdurará ao longo do tempo.
O destino, porém, não tardará a mostrar quão traiçoeiro pode ser: ao passo que Ruby encontra, por fim, um lar onde é amada e acarinhada, Verity sofre revés atrás de revés, e um terrível segredo do passado ameaça destruí-la. A Grã-Bretanha prepara-se para a guerra, a conjuntura é turbulenta. Apesar disso, ambas continuam presentes na vida uma da outra… até ao dia em que uma delas profere as palavras: "Morreste para mim".Num país dilacerado pela guerra, poderá a amizade sobreviver?
Duas Mulheres, Dois Destinos é um romance épico que nos fala de lealdade, amor, e da força dos laços de amizade perante as mais duras adversidades. Como sempre, Lesley Pearse não desilude…

Opinião Documentário: O Nosso Planeta | Our Planet

SINOPSE: Este ambicioso e espetacular documentário transporta-nos através da extraordinária beleza natural da Terra e analisa o verdadeiro impacto das alterações climáticas.

Opinião: Os Mauzões - Episódio 1 | Aaron Blabey

SINOPSE: Eles são MAUZÕES, todos sabem disso. São assustadores, perigosos e... MAUS.Mas estes tipos querem ser HERÓIS.E vão prová-lo fazendo boas ações… quer QUEIRAS quer não.Prepara-te para o mais divertido, atrevido e espetacular livro que alguma vez leste.Prepara-te para conheceres os MAUZÕES.

Opinião: O Rapaz do Gueto de Varsóvia | Eva Weaver

Baseado em factos reais
Um relato de guerra pelos olhos de uma criança e do seu carrasco. Uma história emocionante sobre coragem e o poder do perdão.
SINOPSE: «Eu tinha 12 anos quando o casaco foi feito. Nathan, o nosso alfaiate e querido amigo, começou a costurá-lo para o meu avô na primeira semana de março de 1938. Esse foi o último ano de liberdade para Varsóvia e para todos nós.»
Quando a Polónia é ocupada pelos nazis, os judeus são escorraçados para um gueto imundo e insalubre, aguardando um destino terrível. Entre eles está o jovem Mika, que, depois da morte do avô, herda o seu casaco, descobrindo nos bolsos secretos um grande tesouro: um fantoche.
Apesar de ser apenas um simples fantoche de um príncipe, transforma-se para Mika num símbolo de esperança. Inspirado pelo projeto que o avô começara, o rapaz cria uma trupe de fantoches para animar as crianças do gueto.
Aos poucos, a sua fama espalha-se por entre todos os que procuram um pouco de cor e alegria entre a morte e a cinza. Até que, certo dia, o talento de Mika é descoberto por um oficial alemão, que leva o rapaz para entreter os mesmos soldados que perseguem e matam os seus amigos e familiares. Mas, se quer sobreviver, a única alternativa de Mika será tentar agradar ao seu inimigo.
Um relato dos dois lados de uma guerra cruel e uma viagem épica sobre sobrevivência, que atravessa continentes e gerações, desde Varsóvia até aos gulags da Sibéria.
De que forma se pode alimentar a esperança em tempos tão negros?

Opinião: O Homem que Plantava Árvores | Jean Giono

Uma história inesquecível como O Principezinho de Saint-Exupéry e Siddhartha de Herman Hesse.
SINOPSE: Com milhões de exemplares vendidos, este livro emocionou e inspirou várias gerações ao longo de décadas, em todo o mundo, e serve de parábola para os tempos modernos.
O Homem que Plantava Árvores conta a história de um jovem que, em 1913, sozinho, atravessa os Alpes franceses em busca da natureza e da paz, longe das grandes cidades, acabando por encontrar o abandono humano e a desertificação de uma paisagem desoladora. Há dias sem água, cruza-se com um velho pastor e as suas ovelhas. O pastor dá-lhe água, comida e abrigo, e revela-lhe a sua missão de vida: plantar centenas de árvores por dia a fim de recuperar a floresta.

Opinião: Memórias de uma Vida em Guerra | Susan Meissner

Em plena Segunda Guerra Mundial, Emmy faz uma escolha... 
Que a atormentará durante anos.
SINOPSE: Uma escolha errada pode ditar o futuro de uma vida inteira.
Atualidade: Kendra Van Zant, uma jovem estudante de História, está à procura de testemunhos de sobreviventes do bombardeamento de Londres durante a Segunda Guerra Mundial. E o que seria uma tarefa rotineira leva-a à porta de Isabel MacFarland, que, aos 93 anos, decide relatar pela primeira vez a sua experiência durante a guerra e os segredos que guardou durante décadas… começando pela sua verdadeira identidade.
1940, Inglaterra: Perante a ameaça de um ataque aéreo em Londres, centenas de milhares de crianças são levadas para lares de acolhimento no interior do país. Entre elas encontram-se Emmy Downtree, de 15 anos, e a sua irmã Julia, de 7 anos. Embora a pacata casa de campo de Charlotte seja o melhor refúgio para as duas irmãs, Emmy deseja ardentemente voltar à cidade, para concretizar o seu sonho de costurar os vestidos de noiva que desenha. Mas Julia tem uma profunda necessidade da presença da irmã, obrigando Emmy a tomar uma decisão que a fará seguir por um caminho do qual poderá não haver retorno. Uma decisão que marcará para sempre a vida das duas irmãs.

Opinião Filme: Dr. Seuss' How The Grinch Stole Christmas

Título original: How the Grinch Stole Christmas • M/6, EUA, 2000, Cores, 106 min
SINOPSE: O desagradável e malvado Grinch chegou para estragar o Natal a toda a gente. Ele detesta o Natal e todos os que gostam da época. Ninguém melhor do que Jim Carrey para se "mascarar" de criatura verde e felpuda que adora fazer judiarias.
"The Grinch" de Ron Howard é uma adaptação do conto "How the Grinch Stole Christmas" escrito por Theodore Seuss Geisel em 1957, que acompanhou a infância de muitos americanos. Conto esse já adaptado ao cinema de animação em 1966, mas aqui as personagens são em carne e osso. A história desenrola-se em Whoville, uma pequena aldeia onde todos os habitantes festejam alegremente o Natal. Mas Grinch, disfarçado de Pai Natal, decide assaltar todas as chaminés da aldeia...

Opinião: A Fábrica de Bonecas | Elizabeth Macneal

Bola de Berlim vegan Bernileta - Gare do Oriente, de spirulina!

A liberdade é uma coisa preciosa.
SINOPSE: Uma história inebriante sobre uma mulher que sonha ser artista e o homem cuja obsessão pode destruir o mundo dela para sempre.
Londres, 1850. O edifício que albergará a Grande Exposição está a ser construído em Hyde Park. No meio da multidão que ali se junta, duas pessoas encontram-se por mero acaso. Para Iris, uma aspirante a artista, aquele é apenas um encontro efémero, esquecido passados poucos segundos. Mas para Silas, um colecionador fascinado por coisas estranhas, aquele momento marca um novo começo…
Quando Iris é convidada a posar como modelo para Louis Frost, um pintor pré-rafaelita, ela aceita, com a condição de que Louis também a ensine a pintar. De súbito, o mundo de Iris transforma-se numa experiência dominada pelo amor e pela arte, indo além de tudo aquilo com que sempre sonhou.
Só que o mundo de Iris pode ruir a qualquer momento, pois Silas só consegue pensar numa coisa desde o primeiro encontro de ambos. E a sua obsessão torna-se cada vez mais sombria…