Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Opinião: Paranoia | Lisa Jackson

Nada é de confiança… nem a memória SINOPSE : Em Edgewater, Oregon, alguns residentes pensam que, vinte anos antes, Rachel Gaston se safou depois de assassinar uma pessoa. Rachel ainda não faz ideia de como um simples jogo de adolescentes se tornou mortal - nem de quem trocou a sua pistola de ar comprimido por uma arma verdadeira. Quando um vulto se aproximou, vindo da escuridão, ela disparou sem pensar. Demasiado tarde, reconheceu o meio-irmão, Luke, e viu sangue a jorrar do seu peito. Apesar do acompanhamento psicológico, os sonhos horríveis de Rachel sobre aquela noite persistem. a ansiedade levou ao seu divórcio do detetive Cade Ryder, embora também ele se sinta culpado pelo sucedido. Quando a reunião com os colegas do secundário se aproxima, Rachel sente a imaginação a pregar-lhe partidas, convencendo-a de que os objetos em sua casa se deslocaram. Que há perfume desconhecido no ar. Que alguém está a seguir o seu carro. A observá-la em casa. Tem razão em sentir medo. E à medida que

Mensagens mais recentes

Opinião: Os Dias de Saturno | Paulo Moreiras

A Livraria dos Gatos Pretos | Piergiorgio Pulixi

Opinião: A hóspede silenciosa | Clémence Michallon

Opinião: Nas Minhas Mãos, a Morte | Anabela Lopes

Opinião: O Lixo dos Outros | João Albano Fernandes

Opinião: Os Meus Amigos Invisíveis | Mafalda Mota

Opinião: O Rapaz do Douro | Jeannine Johnson Maia

Opinião: O Clube do Crime de Marlow | Robert Thorogood

Opinião: Pax - O Regresso a Casa | Sara Pennypacker

Opinião: O Rapaz e o Pombo | Cristina Norton