Festival Bang! 2018 | A chegada

Ora aqui está o prometido post sobre a minha primeira experiência no Festival Bang! deste ano...



Bem equipada depois da minha visita à Friking Leiria, com a minha t-shirt do Hary Potter, colar com a snitch e saco alusivo à saga, lá fui eu apanhar o autocarro...


As folhas caídas de Leiria, que mais à frente vou comprar com as folhas caídas de Lisboa... :P


Já vos disse que adoro ver um autocarro com indicação que vai para Lisboa? Tal como adoro ver os sinais indicadores nas estradas também... ❤


Tão giro, não é? :)


Foi um carimbo de oferta como este, mas noutro livro, que me levou à criação deste blog e ao projecto de doação de livros às bibliotecas ... :) E esta foi a leitura que me acompanhou nesta viagem...

Depois de chegar a Sete Rios, apanhei o metro até ao Parque, e sai mesmo detrás do Pavilhão Carlos Lopes onde se realizou o evento.


Aqui podem acompanhar as dicas de viagens e andar em transportes públicos que de vez em quando vou partilhando...


Olhem aqui as folhas caídas nesta parte de Lisboa :)



Pavilhão Carlos LopesO Projeto designado de Pavilhão das Indústrias foi construído em 1921 destinado à Exposição Internacional do Rio de Janeiro, organizada em 1922, com projeto dos arquitetos Carlos Rebelo de Andrade (1887-1971) e Guilherme Rebelo de Andrade (1891-1969). Entre 1929 e 1931 foi reconstruído a meio da encosta do Parque Eduardo VII. Em 1932 foi re-inaugurado por ocasião da Exposição Industrial Portuguesa que teve lugar no Parque Eduardo VII antes de ser posteriormente adaptado e aproveitado para instalações e atividades desportivas, tomando assim a designação de Pavilhão dos Desportos, foi utilizado como Palácio Municipal de Festas e de Exposições. Em 1947 realiza-se no recinto o Campeonato Mundial de Hóquei em Patins. No ano de 1984 foi designado por Pavilhão Carlos Lopes em homenagem ao atleta que, pela primeira vez na história do desporto português, conquistou uma Medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos. De planta quadrangular, traduz uma arquitetura eclética, de gosto revivalista inspirado no decorativismo do barroco joanino. A fachada principal surge revestida por painéis de azulejos, em azul e branco, produzidos pela Fábrica de Sacavém, em 1922, representando no plano iconográfico cenas da história de Portugal com temas dedicados a Sagres, à Batalha de Ourique, à Ala dos Namorados na Batalha de Aljubarrota e ao Cruzeiro do Sul. As esculturas denominadas «Arte» e «Ciência», localizadas na parte da frente do edifício, são peças executadas pelo escultor Raul Xavier (1894-1964). No interior apresenta paredes revestidas por painéis de azulejos de grande qualidade da autoria de Jorge Colaço e Jorge Pinto. Em 2001 foi realizado um projeto de remodelação do imóvel pela Câmara Municipal de Lisboa e dois anos mais tarde o edifício foi encerrado ao público.Com uma extensa remodelação em 2016, o Pavilhão Carlos Lopes tem uma localização excepcional no centro da cidade e é um local único em Lisboa, com diferentes salas para todo o tipo de eventos: reuniões, conferências, almoço e jantar, feiras e exposições, apresentação de produtos. In cm-lisboa 

Até me partiu o coração ver assim o Parque Eduardo VII sem a azáfama da Feira do Livro, que já deixa muitas saudades...



Bilhete à mão...



Lá me deram a pulseira...


...e o programa...


E lá subi eu para a apresentação do catálogo Bang!


As salas estavam bem assinaladas...





Depois de Luís Corte Real, o fundador da Saída de Emergência falar sobre a revista Bang! e as novidades para 2019...


...foi falado e exibido o hilariante vídeo promocional: "O Padre", criado pela dupla Marcelo Lourenço e Pedro Bexiga da agência Coming Soon....


Ficou bem fixe, não foi? E a dificuldade que os realizadores tiveram primeiro em encontrar uma igreja que aceitasse este projecto, e depois todo o trabalho inerente à realização, a iluminação e acústica das igrejas, que não facilitou o trabalho, mas aqui está o resultado, apesar de tudo, ainda bem que não desistiram e agora temos um vídeo giríssimo que arranca gargalhadas, mesmo a quem não segue a saga "Guerra dos Tronos", como é o meu caso (ya, eu sei...)...


Entre muita risota, foi falado sobre a evolução do conceito "geek", "nerd", o que quiserem chamar, o antes...


... e os nerds de agora... :P



E as namoradas nerds de agora...




Foi um debate divertido e interessante...


Em seguida, foi a vez do Duelo da Liga de Steampunk

A Liga de Steampunk de Lisboa mais uma vez vai participar no nosso Festival Bang! com algumas atividades de animação cultural e exposição do que é o trabalho e temática da Liga.





Foi um pouco estranho, na minha opinião, não sei se eles estavam nervosos ao início, mas depois lá consegui entrar no "esquema" e até foi divertido...


Hogwarts vem ao Festival Bang!
O Instituto de Magia Português (IMP), responsável pelo The Wizarding World Portugal (Clube de Fãs), é um grupo sem fins lucrativos, criado em novembro de 2017.
O Instituto de Magia Português tem como objetivo promover a literatura fantástico-juvenil de J. K. Rowling, como Harry Potter, Monstros Fantásticos, Criança Amaldiçoada e outras obras futuras do Wizarding World criado pela mesma.Enquanto o Clube de Fãs, o The Wizarding World Portugal, está orientado para a discussão e divulgação dos temas mágicos por toda a comunidade de fãs, o IMP está orientado para eventos. Estes eventos físicos e bimestrais acontecem em Lisboa. O IMP é uma escola semelhante a Hogwarts, onde existe seleção com o Chapéu Selecionador, professores, alunos, aulas e desafios, assim como Quidditch, celebração do Halloween, galas de final de ano, entre outras atividades mágicas.
O Instituto está ainda representado numa página de facebook que se define como sendo  “Uma página portuguesa feita para portugueses ou residentes em Portugal… mesmo à tua medida! Se gostares de Harry Potter ou do recém Newt Scamander, não percas tempo em aderir. Elfos e Sereias? Gigantes e Gnomos? Nunca leste Harry Potter? Aceitamos também. Não sabes o que perdes!”




Inscrevi-me para os jogos que o IMP estava a fazer, infelizmente não ganhei nada, mas ao menos tentei... Vou falar desses jogos mais para a frente...



Liga de Steampunk - Bring Your Own Book: Não sabes a resposta? Não faz mal, estará contida nas páginas que tens à tua frente! A Liga Steampunk de Lisboa convida-te a jogar BYOB – Bring Your Own Book, um jogo de frases que, em conjunto com o acervo da Saída de Emergência, te promete rondas e rondas de diversão.
Banca de Tiros: Vem libertar vapor com a banca de tiro da Liga Steampunk de Lisboa. Só tens que apontar uma das pistolas Nerf modificadas e confiar na tua pontaria!
Banca de venda e exposição: A Liga Steampunk de Lisboa expõe o melhor dos seus bric-à-bracs bélicos na mesma banca onde terá dezenas de acessórios para completar o fato de qualquer dama ou cavalheiro. Se vens mergulhar no fantástico, veste-te a rigor!


No lado oposto...



Que a Força esteja contigo neste Festival Bang! - Fundada em 2014, a SilverBlade é a primeira Academia de combate com Lightsaber em Portugal e vai estar presente na segunda edição do Festival Bang!
Atuações e atividades em eventos de cultura geek e diversas parcerias formadas, bem como participações em ações publicitárias do mais recente filme da Guerra das Estrelas, a travessia da SilverBlade tem sido sinuosa mas assertiva.

A Equipa SilverBlade é formada por coreógrafos proficientes, treinados para apresentar o combate mais intenso possível, baseado nas técnicas e formas presentes na saga cinematográfica.
Entre Demonstrações e Aulas, os membros da equipa desenvolvem as diferentes formas de combate com o objetivo de as manter acessíveis a novos alunos sem fugir às filosofias e técnicas que as definem.
O objetivo é entregar a experiência Jedi completa, abordando também a Mitologia e Filosofia da Galáxia distante nas nossas ações de formação e nos nossos hábitos de duelo.
Dia 27 de Outubro vem ter connosco ao Festival Bang! 2018 e experienciar uma aula de combate com sabres de luz, no pavilhão Carlos Lopes.

Tivemos direito a um saco em que lá dentro vinha um livro, uma revista bang, um pin e um vale de desconto de 5€.


Desconto esse que eu usei muito bem, o livro foi "A Esposa Minúscula de Andrew Kaufman", e adorei! :)


Lá fui eu à procura onde se realizavam os jogos do Instituto de Magia Português, e lá me meti a jogar, entre fazer puzzles, jogar tarot, atirar "duendes" para dentro do cesto, acertar com a bola no aro, simulando o jogo de quidditch, ser vendada para andar à caça da snitch e novamente vendada para encontrar um peluche no meio de uma mala cheia de peluches...



Os "duendes"...


Na altura em que a fome apertou e sai para almoçar, só havia uma banca de comidas pizzólicos, e não me apetecia descer o parque quase toda para ir até à avenida, então por ali fiquei...


Pizza feita no momento, no forno...


Escolhi a pizza "Hamukinoko",,,


Após fazer o pedido, fiquei à espera, a apreciar os detalhes deste fantástico edifício, e a levar com o vento do mundo todo em cima, porque estava uma ventania horrorosa :/


O número do meu pedido... até que finalmente o meu número foi chamado...


E uma pizza tipicamente italiana foi-me servida. Eu, que já comi pizza na Itália, posso-vos garantir que não só é muito parecida, os ingredientes frequinhos e saborosos, como esta pizza estava muito melhor do que aquela que eu lá comi... e ainda me sobrou para o jantar!


Da Grécia Antiga a Sansa Stark: A longa viagem da mulher na literatura fantásticaUm dos painéis do nosso Festival Bang!  2018 vai contar com três bloguers do mundo literário para uma tertúlia em que o tema será: “Da Gécia Antiga a Sansa Stark, A longa viagem da mulher na literatura fantástica!
Pedro Silva nasceu em Setúbal, descobriu a boa vida na Covilhã – cidade onde aproveitou para se licenciar em Ciências da Comunicação – e tentou a sorte na tão sonhada Londres, apenas para descobrir meses depois que dias chuvosos e céus cinzentos não eram a sua cena.
Num país onde o desemprego se contorna com o desvio ao curso, ajudou a pôr de pé uma biblioteca, trabalhou num ginásio, foi uma espécie de gestor desportivo e ainda tentou que toxicodependentes em recuperação conseguissem um emprego antes de voltarem a perder o juízo.
Desde 2005 que vai pagando as contas trabalhando como promotor de eventos na Câmara Municipal de Palmela, deixando a diversão laboral entregue ao Deus Me Livro, site que fundou em 2014 e que o vai ajudando a manter a sanidade em níveis domesticáveis.
Respira música, aproveita todos os segundos do dia para espreitar para dentro de livros e tenta conciliar uma vida de amante cultural com o bulício familiar, uma nobre ocupação que inclui coisas como cozinhar dia sim, dia sim ou dar aulas breves de música à sua filha, tentando soprar para bem longe os despacitos desta vida.
Patrícia Caetano nasceu em Torres Vedras em 1996. Assim que aprendeu a ler e a desenhar nunca mais parou. Pelo Bookaholic Kingdom caminho decidiu estudar Estudos Europeus e é actualmente mestranda em Ciência Política e Relações Internacionais. Durante os seus anos de licenciatura abriu um blog literário chamado Bookaholic Kingdom, o qual fez a sua pilha de livros por ler aumentar exponencialmente, e com muito gosto.
A fantasia e a FC têm um lugar especial no seu coração e sempre que pode aproveita para pregar sobre ambas.
Em Hogwarts ruge pelos Gryffindor e em Westeros dobra o joelho para a Casa Tyrell.

Depois, foi a altura de ouvir a Patrícia (que conheci na Comic Con 2018) e o Pedro, numa palestra fantástica sobre fantasia, especialmente a mulher na fantasia, cultura, literatura e mitologia...



A Patrícia contou factos incríveis sobre a realidade por detrás das histórias de encantar e dos mitos que tão bem conhecemos, que afinal são tudo menos de "encantar"... chocantes mesmo...


E que afinal, as "más" não são assim tão más, são é mal compreendidas...


Depois foi a vez do Pedro...


Vários livros foram referidos e mencionados...


Sendo que na sua versão, mais masculina da fantasia, mas também com algum feminismo envolvido, e parece que a Hermione é uma feminina do mundo fantástico apreciado por muitas pessoas... sinceramente, a mim, nunca me cativou por ai além, adoro com a vida a saga Harry Potter, mas há outras personagens femininas que aprecio mais, tal como a Minerva McGonagall, Molly Weasley, Andromeda Tonks, Luna Lovegood, Ginny Weasley, ... a única coisa com que me identifiquei na Hermione foi o facto de adorar a biblioteca e andar sempre com livros...

Bem, vem a seguir a segunda parte deste meu dia, quem foi a este evento, desejava ir ou pensa ir para o ano? Quem foi, o que acharam? Quem não foi, o que acharam deste meu relato? :)

Textos e vídeos introdutivos dos convidados do evento, em citação, do site da saída de emergência.

8 comentários:

  1. Adoro os livros Bang da Saida de emergencia

    ResponderEliminar
  2. É o que chamo de um dia em cheio :) Adoro ver o Pavilhão Carlos Lopes novamente a ter vida depois de tantos anos largado ao abandono e ainda gosto mais quando recebe eventos tão bons como este. Obrigada pela partilha do dia.

    Beijinhos,
    Sónia Carvalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também adoro ver como foi bem recuperado e está tão bonito!! :D
      Obrigada eu por estar ai desse lado a ler o que eu escrevo... ;)

      Eliminar
  3. Um edifício que esteve ao abandono durante uns tempos mas que, felizmente, sofreu obras e que está ao serviço do público. Qualquer dia ganhas o direito a passageira frequente dos autocarros :) Fazes bem. E que tal a leitura de "O Último Cabalista de Lisboa"? Quanto ao festival, nunca fui. Já ouvi falar do evento várias vezes, mas nunca se proporcionou. Quanto ao teu relato, só posso dizer que está excelente, como todos os que tens feito :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yah, já deveria de ter um passe vip ou um desconto especial ou assim, mas não...! :P

      Quanto à leitura, fantástica! :D Foi a minha estreia com o autor e recomendo sem reservas, lê-se muito bem, e aprende-se muito!

      Obrigada pelas palavra, as horas que estes posts me consomem, sabem tão bem vê-los valorizados!! ❤
      Nota-se que as fotos estão maiores? Vêem-se bem? :)

      Eliminar
  4. Muito interessante, mais ainda pela forma como o descreveste :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Tina! :D ❤
      Vamos lá as duas para o ano, se der? ;)

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑