Um Blog entre... A Comic Con Portugal 2018 | Eventos, exposições, Nicholas Hoult, Steven Erikson, Turma da Mónica - Mauricio de Sousa, nostalgia e o fim...

28 de outubro de 2018

Depois de andar por aqui, aqui e aqui, foi a vez de ir ter com o Steven Erikson.

↪ Esta publicação está elaborada de forma a que: primeiro mostro a foto, e imediatamente abaixo faço os meus comentários, apresentações ou elaboro algum texto relacionado com a foto. A forma de ler esta publicação (e todas as minhas outras do blog) é: Foto - Texto - Foto - Texto, ... Podem clicar em cima das fotos para as verem com mais detalhe ↩

Eu tenho mesmo, urgentemente, mega urgentemente mesmo de começar a ser mais organizada nestas coisas, (alguma loja ou artesão de blocos de notas que queira fazer parceria??? E canetas??!) porque eu escrevo as informações do que se passa e as coisas para eu não me esquecer assim onde calha, onde tenha espaço livre, e pior, com o entusiasmo escrevo com letra de médico, e depois não percebo a minha própria escrita... Também foi por isso que este post está atrasado em relação aos outros, que eu não sabia do raio do bloco onde tinha tirado os apontamentos =P

Por isso, só vos vou poder deixar com excertos e pontos de vida deste encontro, entre o Steven Erikson, eu, a Chris do Vlog "Diário da Chris" e da Patrícia do blog "bookaholickingdom", ...


A patrícia....


A Chris...

Falou-se sobre os livros do autor, mitologia, o feminino e o masculino na literatura fantástica, a forma como a magia dá a total liberdade à imaginação, mitologia grega, entre outros assuntos muito cativantes... E também de como o autor gosta de sci-fi e aliens, e que um dia se saísse do mundo do fantástico e mitológico, era sobre esta temática que escreveria...

Quando questionei o autor sobre livros preferidos e que o inspiraram, falou-me de algumas obras, nomeadamente:
"Origin Of Consciousness In The Breakdown Of The Bicameral Mind, de Julian Jaynes", que é um livro/tese baseado na ideia de que a consciência humana se desenvolveu há apenas três mil anos e ainda se está a desenvolver, e que tendo isso em consideração, as implicações desse paradigma revolucionário científico estendem-se virtualmente a todos os aspectos de nossa psicologia, história, cultura e religião e futuro, e também "The Stress of Her Regard de Tim Powers", romance de terror / fantasia de 1989 e ainda "The Black Company de Glen Cook", série  de livros de fantasia.


Foi um serão agradável, com pessoal simpático!


Adoro estes quatro!! Estavam do melhor, excelente!! :D


Depois fomos (eu e a Chris) conhecer o Nicholas Hoult, honestamente nunca fui grande fã de zombies, eu sou gaja de vampiros, mas eu adorei-o no filme "Warm Bodies" e adorei o filme em si!
Ele é super querido e simpático... :)


Foi a loucura total entre as mais jovens, parecia o Tony Carreira e as tias de todo o mundo, alturas houve em que o Nicholas saltou do palco para dar um abraço a umas fãs que assim pediram, e quase desmaiaram de emoção...


A dada altura já quase que não havia espaço nem para dar uma palmada numa mosca, e estávamos nós em espaço aberto...


Alusão ao"IT", adoro!


Hell Boy! YEAHH!! :P



Ainda não dei a minha opinião do filme "Maléfica" aqui no blog, é uma das centenas publicações que tenho em atraso, mas posso dizer-vos que gostei tanto, que já o vi umas quantas vezes...












Adorei a originalidade! =P







Aqui também foi a loucura, conhecer o criador da "Turma da Mónica", Mauricio de Sousa, cujos livros aos quadradinhos que acompanharam toda a minha infância...
Falou-se de muitas novidades e surpresas para breve em Portugal relacionados com a "Turma da Mónica". Aqui, os mais receptivos eram as pessoas com mais idade, igual ou superior aos 30 anos, especialmente o público feminino estava encantado com a presença do Mauricio de Sousa.


Depois eu disse à Chris que gostava de ir ver "A Cave do Markl", mas quando vimos a fila, a vontade desvaneceu-se...




A tarde já estava quase no fim, e o almoço já tinha sido há algum tempo, e começou-me a surgir na mente a frase "Ambrósio... apetecia-me tomar algo"...
Então, lá fomos nós até às roulottes de comida, a ver o que se arranjava.



Escolhemos a Nut´.
Eu pedi a "pancake sandwish" com Nutella, Eu adoro panquecas, ainda há bocado comi, mas em forma de sandwich seria a primeira vez...



Digo-vos, foram as melhores panquecas com nutela que já comi na minha vida, uma delícia!


Estavam a distribuir alguma Koka... Koka noodles, claro.... Então eu, que já estava a pensar o esgotada e tarde que ia chegar a Leiria, e nem sequer tinha deixado jantar já pronto a aquecer feito à conta das pressas, ali ganhei um jantar já pré-pronto!


Depois, era altura de começar a ir embora, que já se fazia tarde, e eu ainda tinha uns quantos transportes para apanhar de volta a Leiria...


Selfie com a Chris... ❤


Desta vez, em vez de voltar a ir de eléctrico até aos Cais do Sodré, fui de comboio que ficava mesmo a caminho, e foi a melhor forma, e a mais rápida, para uma próxima, já sei...


Onde está o Wally? xD




Ah... Lisboa e as horas de ponta....


Pessoal, umas dicas para sobre bilhetes e viajar na Rede Expressos:

Quando compram o bilhete online, se forem android e similar, podem comprar na aplicação rede expresso e fica tudo XPTO, mas, e se ficam sem bateria, ou se são Windows Phone como eu? Ou se não têm nem um nem outro? A forma mais eficaz é imprimir os bilhetes, mas gasta tinta e papel...
O que eu costumo fazer, é comprar os bilhetes online, com dias de antecedência, para comprar mais barato, com o cartão Reflex. Depois transfiro o PDF do  bilhete para Adobe do meu telemóvel e mostro o bilhete assim.

Mas, pode haver pessoal que não aceita assim, só na aplicação (a mim começaram a querer embirrar com isso ao ir de Braga para Espanha), ou então se quiserem trocar o bilhete para outra hora, em que para fazer isso, têm de ser MESMO OBRIGATORIAMENTE com o bilhete físico, impresso em papel?

Pois, há estas máquinas vermelhas, na maior parte das estações, que servem para imprimir os bilhetes...


Para isso, precisam do número da reserva (clicando no monitor, que é táctil), que está no canto superior direito do bilhete:



E sai o bilhete pela ranhura...


Então, é só pegarem no bilhete para apresentar ao motorista, ou para irem à bilheteira e trocar a hora.
Uma dica: se não souberem a hora precisa e exacta da volta, comprem SEMPRE o bilhete para a hora mais tarde! Que para trocarem o bilhete para uma hora (ou dia!) mais cedo, não tem custos, mas para trocar um bilhete para uma hora mais tarde, no máximo até três horas mais tarde, têm de desembolsar 3€ para a troca, e se for mais de três horas depois da hora de partida, o bilhete perde a validade! E depois têm de comprar outro.


Sempre que posso, como já hão-de ter reparado nas minhas publicações das viagens que faço, indico-vos sempre onde ir à casa de banho de borla, porque se há coisa que eu gosto é tudo lowcost, e se há coisa que eu não gosto, é ter de pagar para ir à casa de banho, que agora virou moda... Mas volta e meia não há hipótese, então ou temos de comprar alguma cena num café para usar a casa de banho, ou pagar para ir. Neste caso, chegada ao terminal de Sete Rios, já cansada, com sono, sentia aquela bruta necessidade de lavar as mãos e cara e "trocar a água às imaginárias azeitonas", lá tive de desembolsar 0.50 cêntimos...


Neste caso, vá lá, que ao menos vale a pena, porque todos sabemos que há casas de banho públicas de meter medo ao susto, mas aqui cheira bem, está tudo decentemente limpo e organizado...


Adorei o pormenor de ter dois dispensadores de papel higiénico, para que não haja mesmo o risco de acabar o papel! HAHA xD


Asseado...


E ainda tem o super-mega-útil gancho para pendurarmos as malas e casacos, que nem todas têm e eu recuso-me terminantemente a pousar as minhas coisas no chão, então apesar de nem todas as casas de banho públicas terem este fantástico acessório, deveriam...


Depois, meti-no mo autocarro e duas horas depois estava novamente em Leiria...


Foi meter água ao lume a aquecer, aproveitar para me refrescar e vestir o tão amado pijama, minutos depois com a água já a ferver, despejar a Koka (haha xD) numa tigela, deitar água por cima, esperar três minutos e jantar feito...
E não é que são bem bons estes noodles? Sim senhora, gostei!

Aqui fica o vídeo com um resumo da Comic Con:


Então, o que acharam? Vocês foram? Gostavam de ir? Se já foram, o que acharam?

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Fixe! A ver se até nos encontramos por lá :)

      Eliminar
  2. Quem sabe para o ano talvez me aventure :D

    ResponderEliminar
  3. Credo. Estava bem marreca eu, mais inclinada que a Torre de Pisa 😂

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. HAHA xD Não estavas nada, estavas focada na entrevista, e bem! ;)

      Eliminar
  4. Parece ser excelente! Espero conseguir ir para o ano..

    ResponderEliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑