Opinião: Segredos | Lesley Pearse

Toda a sua vida quis desvendar os segredos da família… agora que os sabe, só quer esquecer.
SINOPSE: Com a partida da mãe, ela ficou sem ninguém…

Após uma tragédia inimaginável, Adele, de doze anos, é afastada da mãe e colocada numa instituição. Mas o Destino reserva-lhe ainda mais desgostos, e ela vê-se obrigada a fugir.

Sozinha e desamparada, dirige-se para o Sussex em busca da avó que nunca chegou a conhecer. Mas a longa e difícil viagem deixa-a desnutrida e debilitada.

Será nos pântanos de Rye que Adele recupera o seu vigor, vivendo uma vida simples na companhia da avó e rodeada pela natureza. Atrever-se-á a sonhar com uma nova vida? Mas agora a mãe está de volta, e traz com ela os segredos da família…

Adele passou anos a ultrapassar o desamparo da sua infância e a construir uma nova vida. Cuida da avó, estuda, está feliz e apaixonada por um piloto da força aérea. As agruras do passado ficaram para trás. Com a chegada da mãe, a jovem percebe que o seu mundo irá desabar.

Poderá a verdade ficar oculta para sempre?

Bem ao estilo da autora, Segredos conta a história da luta de uma mulher para vencer a adversidade e conquistar a tão merecida felicidade.

Segredos, segredos, segredos, revelações, mentiras e mais segredos...

Mais uma vez perdi-me com uma facilidade incrível dentro de mais um livro da minha adorada Lesley Pearse. NUNCA me defrauda, e desta vez até tenho de tirar o chapéu à editora, que escolheu o título ideal e fez uma capa mais a ver com o género  literário dos livros da Lesley, ao contrário do que faz habitualmente - com aqueles saquinhos "pipis" e títulos que dão a entender ser histórias de amor lamechas - a escrita da Lesley Pearse é tudo menos lamechas! - e dessa forma dão a entender ser um género literário que não é. O habitual género literário desta autora é o drama histórico, com destaque para personagens femininas muito corajosas que passam mil infernos nas suas vidas.

Ler Lesley é estar durante toda a leitura com o coração nas mãos, é assistir à máxima perversidade e maldade humana, mas é também à coragem e resiliência de mulheres tão fortes e destemidas que enfrentam este mundo e o outro de todas as formas possíveis e imaginárias. 

Normalmente, é sempre dentro de um contexto histórico verídico, as personagens são fictícias, mas os locais e acontecimentos históricos, são reais. A autora chega mesmo inspirar-se na sua própria experiência de vida e na de outras pessoas que conhece e conheceu ao longo da vida, e constrói dai narrativas muito abrangentes de veracidade histórica e situações/histórias de vida reais.




Este livro não é nem de perto nem de longe o livro mais violento da Lesley, portanto, para quem se quiser estrear com a autora, mas não quer arriscar levar ali uma tareia psicológica valente - os livros da Lesley são leituras pesadas e violentas - este livro é uma boa aposta, até mesmo para quem não costuma ler livros sobre a II Guerra Mundial, também pode começar por este - pois a dada altura esta narrativa ocorre durante esse período da história - o Blitz de Londres e o ambiente socioeconómico que se vivia nesses tempos, mas de uma forma mais leve do que o costume, por isso para quem se quiser estrear no género, aqui tem uma excelente aposta.

Sendo que, para mim, a Lesley é a rainha do drama, drama é o que não falta neste livro, sendo o maior foco de drama o drama familiar. 

Durante a leitura, vamos seguir parte da história da avó, da filha e neta, a forma como as suas histórias se interligam e a influência que têm umas nas outras, como as acções do passado interferem em acções do presente e do futuro, e a forma como os segredos e falta de honestidade pode arruinar famílias e vidas... com voltas e reviravoltas vertiginosas e chocantes, adorei este livro e mal posso esperar pelo próximo livro da Lesley!
👉🏻 Wook | Bertrand 👈🏻

Sem comentários:

Enviar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑