Opinião: A Pura Verdade | Dan Gemeinhart

SINOPSE: Mark é um rapaz normal em quase todos os sentidos. Tem um cão que dá pelo nome de Beau, e Jessie, a sua melhor amiga. Gosta de fotografia e de escrever poemas no seu caderno. O seu sonho é escalar um dia uma montanha. Mas há algo nele que o torna uma criança diferente das outras. Mark está doente. Tem uma doença da qual muitos não recuperam e que o obriga a constantes idas a hospitais e a fazer tratamentos. Por tudo isto, Mark decide fugir de casa. Leva consigo a sua máquina fotográfica, Beaue um plano: alcançar o cume do monte Rainier, mesmo que isso signifique a última coisa que irá fazer. A Pura Verdade é uma história invulgar e extraordinária sobre as grandes questões da vida, pequenos momentos e a espantosa aventura do espírito humano.

Como eu gosto de ler este tipo de livros, é do melhor que há, para mim, para quebrar ressacas literárias, adoro a introspectividade juvenil! Também aprecio livros que abordem temas sérios sem tabus, como o cancro na juventude, especialmente os que denotam os sentimentos das crianças que por isso passam. E se ainda tiver animais de estimação à mistura, é a receita certa para uma leitura que enternece e amarfanha o coração...




Cada vez fico mais admirada com a complexidade da narrativa emocional presente neste tipo de livros,  no meu tempo o mais parecido seria «A Lua de Joana», ou «O Diário de Anne Frank», leituras em que não vinham com paninhos quentes só por sermos crianças e eram muito entusiasmantes de ler... e agora há tantos deste género na literatura juvenil!

Também é um género que eu adoro ler entre leituras - adultas - mais pesadas, e para quebrar "ressacas literárias", que venham mais e mais livros assim 

👉🏻 Wook | Bertrand 👈🏻

Sem comentários:

Publicar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑