Opinião: O Regresso do Jovem Príncipe | Alejandro Guillermo Roemmers

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 6º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada.
SINOPSE: Na remota Patagónia, a quilómetros de qualquer povoado, um viajante encontra um rapaz adormecido à beira da estrada. Está estranhamente vestido, como um pequeno príncipe, esconde-se num manto azul. Perplexo, o viajante pega nele delicadamente. E, em cuidados, leva-o consigo. O menino só acordará mais tarde. Tem o cabelo loiro, da cor do trigo. E muitas perguntas para fazer. Aos poucos revela-se, fala de si, do seu pequeno planeta distante, de uma flor caprichosa que abandonou ao seu destino… e de um pequeno carneiro que aprisionou numa caixa de cartão, para que não fizesse mal à sua flor.

O Regresso do Jovem Príncipe é uma história encantada, de A. G. Roemmers, o consagrado poeta Argentino. Ao evocar uma personagem mítica da literatura universal, o autor recupera, neste início de século, uma inocência que temos de preservar. E, ao mesmo tempo, procura responder às grandes questões com que o Homem se debate hoje.

Eis o livro perfeito para os fãs do principezinho, eis que o principezinho volta, desta vez por outra voz, mas a essência considero que se manteve, o nível de introspectividade desta leitura é enorme, e desta vez senti uma personagem mais realista, um principezinho adolescente, triste e amargurado com o mundo...

Eu li o principezinho em criança, até já vi o filme recentemente e cheguei a reler o livro naqueles tempos, mas continuo em adulta a sentir o que senti em criança: é uma história bonita e se há coisa que eu adoro é introspectividade que é o que mais a história original e esta têm, mas o principezinho no seu todo, seja em criança ou agora em adolescente, nunca me fascinou por aí além, até me sinto um pouco mal por haver tanta gente que venera esta história há tantos anos, e eu sentir que não me aquece nem arrefece, é bonito de ler, lê-se muito bem, mas não me deixa arrebatada...




Adorei a introspectividade, a história - muito mais realista do que a história original - é um livro para ler devagar, para saborear, se tentarem ler à pressa não vão captar a essência da história, ou seja, têm de ir com paciência para esta leitura, eu sou uma pessoa que devora livros, quando são livros deste género tenho de me forçar mesmo a ler mais devagar para interiorizar tudo - por isso muitas vezes intercalo estas com outras leituras - e creio que esse é um dos motivos principais pelo qual nunca fiquei arrebatada por esta história no geral, é demasiado lenta e intrínseca, muito... inocente. E eu sou uma pessoa frenética e assertiva, pouco dada a subtilezas, mas de vez em quando adoro desafiar-me com este tipo de leituras.

Um livro que é uma verdadeira lição de vida.
👉🏻 Wook | Bertrand 👈🏻

2 comentários:

  1. Sempre adorei o principezinho! Tenho de experimentar esta leitura :)

    jiaescreve.blogspot.com (Sou uma nova alminha neste mundo dos Blogs, por isso se puderes faz-me uma visita e deixa a tua opinião)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma excelente forma de reviver o principezinho numa nova perspectiva ;)

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.