Opinião: Femicídio | Pascal Engman

SINOPSE: Não há mulheres inocentes. Com o feminismo e o movimento #metoo a ganharem força, está a crescer igualmente uma rede digital de homens que odeiam as mulheres. Eles autodenominam-se «Incels», refugiam-se nos recantos mais obscuros da Internet e estão unidos no seu desejo de vingança contra as mulheres que nunca olharam para eles. A norte de stocolmo, uma mulher é encontrada morta no seu apartamento, num ataque brutal que aponta para um único suspeito.

No entanto, quando a detetive Vanessa Frank assume a investigação fica com a sensação de que está em falta um elemento fundamental. Quando a investigação começa a apontar para o possível envolvimento da sinistra rede de Incels nos crimes, Vanessa questiona-se se o ódio destes misóginos os poderá levar a um ataque em massa, imprevisível e num lugar supostamente seguro para as mulheres…

Uau... que livro.... mas que livro!! Uau... brutalmente arrepiante, uma leitura absolutamente inquietante, especialmente para o público feminino, como é o meu caso, eu não fazia a mínima ideia da existência dos "Incels" que é um grupo a nível mundial - que é mais uma seita/grupo terrorista do que outra coisa - de "celibatários involuntários", ou seja, não têm sorte com as mulheres, auto-estima quase inexistente, portanto alimentam-se do ódio e ressentimento que guardam pelas mulheres, especialmente as que não os querem e daqui nascem grande parte dos stalkers, violadores, depravados, serial killers, daqui nasce o femicídio, machismo, intolerância, e tanto deste mal que vai no mundo, e por incrível que pareça, em 2021 ainda é difícil ser mulher... que mundo este....

Este livro é uma autêntica batalha entre o movimento #MeeToo e os asquerosos "Incels", com os ingredientes do costume neste tipo de thrillers, detectives com problemas pessoais, neste caso uma mulher, Vanessa, cheia de personalidade, adorei o facto de o autor ter inserido feminismo masculino, pois ainda há muita gente, especialmente homens e até, para meu enorme desgosto, demasiadas mulheres, que confundem feminismo com rebaixar os homens, quando o feminismo significa: 
«Movimento ideológico que preconiza a ampliação legal dos direitos civis e políticos da mulher ou a igualdade dos direitos dela aos do homem. "feminismo", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/feminismo [consultado em 10-02-2021].»




Também adorei o facto de pelo menos duas vezes ter surgido o termo "vegan" nesta leitura, e a Vanessa ter feito uma refeição vegan por recomendação e ter gostado, tal como tenho visto cada vez mais em filmes e séries, parecendo que não são estes pequenos movimentos que fazem a diferença e mostram a mudança no mundo, já era tempo. Nem sempre é referido em termos simpáticos, por vezes é surge com mistura de humor, outras de forma correcta, no entanto em vários casos aparece de forma depreciativa, mas seja de que forma for, está a começar a aparecer em todo o lado, é uma grande conquista! (✧ᗜ✧)

Excelente livro, um thriller carregado de drama, violência e suspense, que mostra o que o machismo desenfreado provoca na nossa sociedade... a nível educacional, as questões de igualdade de género têm de começar a ser tratadas como o assunto sério e vital que é, nas nossas escolas e na nossa vida.

👉🏻 Wook | Bertrand 👈🏻

Sem comentários:

Publicar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑