Opinião: A Terra Que um Homem Precisa | Tolstoi

SINOPSE: O presente texto faz parte de um ciclo de histórias populares que a família de Tolstoi e os seus amigos mais literatos acharam indignas dum tão grande artista; mas o escritor sentiu que fazia verdadeira obra de arte, que nos contos ressoara a voz eterna do povo e o movia um alto desígnio de educação dos homens; toda a literatura desaparecia, para que a vida plenamente, e de forma rude, se mostrasse: o drama de Pahóm, personagem principal deste conto, é apresentado com toda a simplicidade e toda a dureza, sem nenhuma espécie de falso sentimentalismo, nem de invectiva; e é, por isso mesmo, das páginas mais vibrantes que se têm escrito sobre o poder corruptor, nas nossas naturezas vulgares, da propriedade e da riqueza.


Esta foi a minha estreia com Tolstoi, decidi começar por um conto para poder experimentar a sua narrativa antes de me aventurar num livro mais exigente e achei sinceramente que se lê muito bem, com um ritmo muito leve e fluído, mas carregado de introspecção e ironia - como eu gosto! - portanto estou pronta a apostar noutro livro do autor.
Excerto: «Os lavradores ocupados desde meninos no amanho da terra não têm tempo para pensar em tolices; só o que nos consome é não termos terra bastante; se tivesse toda a terra que quero, nem o diabo seria capaz de me meter medo.” As mulheres acabaram o chá, palraram ainda um bocado sobre vestidos, depois arrumaram a louça e deitaram-se a dormir. Mas o diabo tinha estado sentado num recanto da lareira e tinha ouvido tudo o que se dissera; ficara contentíssimo quando vira que a mulher do camponês arrastara o marido para a gabarolice e quando percebera que o homem pensava que, se tivesse terra à vontade, não temeria o diabo: – “Muito bem! – pensou o diabo. – Vamos lutar um com o outro; dou-te toda a terra que quiseres e há-de ser por essa terra que te hei-de apanhar.”»
A lição de moral é muito obvia: "Quem tudo quer, tudo perde", mas o objectivo não é chegar à conclusão final, mas sim desfrutar da viagem que esta leitura proporciona...

👉🏻 Wook | Bertrand 👈🏻

Sem comentários:

Publicar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑