Opinião: A Pomba | Patrick Süskind

SINOPSE: O primeiro livro de Patrick Süskind foi o romance O Perfume, que imediatamente o celebrizou como autor e que continua a ser um livro de culto para sucessivas gerações de leitores atraídos por uma verdadeira obra-prima. A sua segunda obra de ficção, A Pomba, foi também alvo de um excecional acolhimento internacional. Nesta novela, o porteiro Jonathan, figura central do livro, que partilha a sua monótona existência entre a mansarda que habita e o banco onde trabalha, vê a sua vida abalada de um momento para o outro quando um pássaro ferido tomba a seus pés. A partir deste fait-divers, Patrick Süskind constrói uma pequena maravilha.


Bem... que livro original... estranho... originalmente estranho... dos mais estranhos que já li e já li alguns.... creio que o maior impacto que esta leitura me causou foi sobre o risco do comodismo. Se nos acomodarmos na vida, deixamos de viver para simplesmente passarmos a existir. No entanto, nunca somos velhos demais para mudar de vida, completamente, para arriscar, para viver livremente e sermos nós próprios.

Com uma escrita nua e fria, sem floreados, este autor conquistou-me e mal posso esperar por ler o livro «Perfume», cujo filme adorei. Por vezes, a nossa vida muda radicalmente sem darmos conta, seja por coisas tão insignificantes que nem damos por elas, ou por a vida nos meter frente a frente com os nossos maiores receios. Depois vai depender de nós, a forma como os superamos.

👉🏻 Wook | Bertrand 👈🏻

Sem comentários:

Publicar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑