Opinião: Somos os 99% | Marc Grañó e Gonzalo

Fanjul; Ilustração: Ed 
Para viver num mundo mais justo e sustentável
SINOPSE: Um livro para jovens sobre temas atuais, como a desigualdade e distribuição da riqueza.
Um por cento da população mundial detém metade da riqueza do planeta.
A outra metade é repartida pelos restantes 99%.
Mas esses 99% são afetados diariamente pelas decisões tomadas pelo 1% mais rico, que impõe a injustiça da desigualdade a todos nós, interferindo com as nossas oportunidades, com o nosso futuro.
Nós somos os 99%!


Este livro é tão importante! Especialmente para os mais jovens, pois são eles os que têm de começar a ter verdadeira noção das desigualdades sociais e as crises ambientais que enfrentamos, cada vez com mais brutalidade.

Como adulta, aprendi tanto, tanto com este livro, até mesmo apenas ao ver uma temática da qual já tenho conhecimento por outro prisma, ajudou-me a reflectir imenso sobre as temáticas aqui abordadas:
Vulnerabilidade, vários tipos de desigualdade, sustentabilidade, iniquidade, discriminação, racismo, precariedade, desemprego, exploração, trabalho infantil, educação, voluntariado, esperança, alterações climáticas, corrupção, emigração, pobreza, riqueza, paraísos fiscais, sexismo, guerras, fanatismo, religião, crise económica, fosso geracional, envelhecimento da população, monopólio dos recursos naturais, desperdício alimentar, industrias farmacêuticas, ... é uma leitura fabulosa!





Tudo isto numa linguagem muito simples, simpática, acessível e com um toque de ironia e humorismo que ajuda a refrear o desespero e nos inspira a fazer e a ser parte da diferença! Neste livro muito rico em informação, seguimos a vida de muitos jovens, de diversos países, etnias, religiões e regiões do planeta, desde grandes metrópoles até áreas mais remotas, e nas suas vidas, montados nas suas bicicletas, vão ser confrontados com estas questões.

Ou seja, em vez de ser um livro puramente técnico, é uma espécie de livro de contos, em que cada conto uma personagem se vai ver envolvida numa injustiça e vai aprender com ela, e nós leitores aprendemos também.

Um dos livros mencionados no livro, que já está na minha lista, é «Uma Teoria da Justiça»

Fico tão feliz por esta leitura pertencer ao PNL, é excelente para as aulas de formação cívica, filosofia e outras para leitura conjunta e realização de trabalhos sobre estas temáticas, no final está recheado com muitas dicas úteis e acessíveis.

👉🏻 Wook | Bertrand 👈🏻

Sem comentários:

Publicar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑