Opinião Série: Grace and Frankie | Temporadas 1 a 6

SINOPSE: Uma das criadoras é Marta Kauffman, de “Friends”. Uma das protagonistas é Jane Fonda. Não é preciso muito mais para fazer desta comédia um sucesso. Grace (Jane Fonda) reformou-se do universo da cosmética, Frankie (Lily Tomlin) é uma professora de arte. As duas mulheres, que nunca gostaram particularmente uma da outra, são obrigadas a unirem-se quando os respetivos maridos (advogados em San Diego) anunciam que vão deixá-las porque estão apaixonados um pelo outro. “Grace and Frankie” tem recebido inúmeros elogios, tem 8,2 no IMDb e as duas atrizes têm uma química inegável. Nit


Esta é daquelas séries em que, como a Netflix não parava de recomendar, meti a dar só para fazer som de fundo enquanto trabalhava aqui no blog ou lia um livro. Tenho descoberto muito boas séries desta forma! Volta e meia lá me dá a curiosidade para ir espreitando o que está a acontecer, e quando dei por mim estava completamente viciada nesta série!

O elenco é fantástico, há imensas aparições de actores da minha infância, que me faz ter a constante sensação do: "Oh Meu Deus, estou velha!", mas não tanto quanto eles! (^ ▽ ^;), como o tempo passa! Mas se há coisa que esta série ensina é a valorizar a idade e não entrar em desespero com o passar dos anos, pois o facto de termos cada vez mais idade é bom sinal, significa que ainda cá andamos, e desde que cada ano seja bem aproveitado, é tudo o que importa, e também mostra que a vida não acaba aos 70 nem aos 80 nem aos 90, só acaba quando se dá o último suspiro, finito, acabou!

De resto, enquanto cá andarmos é para aproveitarmos o melhor que pudermos! Outro factor de que gostei muito desta série é o facto de ser muito original, bastante até, divertida, introspectiva e carregada de drama e crítica social, eu adorei, adorei, e mal posso esperar pelas próximas temporadas!

Resumindo, Grace e Frankie são duas mulheres de 70 anos, cujos maridos são sócios numa firma de advogados e estão casadas há mais de 40 anos. Grace (Jane Fonda) é uma mulher cheia de classe, cosmopolita, que dá demasiado valor às aparências e às opiniões alheias, e Frankie (Lily Tomlin), é o total oposto! É uma hippie - às vezes vegan - assumida, essa parte de só ser vegan às vezes, pois é viciada em queijo e marisco -  é que me fez partir o coco a rir, pois é uma boa crítica social, dos que se fazem passar por vegan só quando lhes dá jeito, passa a vida com a moca por andar constantemente a fumar charros, preocupa-se com o ambiente e direitos dos humanos e animais, é artista, está-se completamente a borrifar para as opiniões alheias e veste-se como bem quer e lhe apetece,  sendo a sua máxima o conforto! Ora, claro que a personagem com quem mais me identifiquei foi a Frankie - sendo que eu sou vegan SEMPRE! Até ao dia em que os respectivos maridos se assumem gays, e revelam que mantém uma relação homossexual há mais de 20 anos, algo que nenhuma delas alguma vez tenha dado conta, e lhes pedem o divórcio. E agora vão ter de contar aos respectivos filhos, já adultos, que também nunca suspeitaram de nada... Grace e Frankie, que nunca gostaram particularmente uma da outra, vêem-se agora no mesmo barco...

TRAILER

Enquanto passam pelo processo de divórcio, Grace refugia-se na casa de praia que ambos os casais tinham comprado em conjunto, pois costumavam passar lá as férias, ora... Frankie têm a mesma ideia, sendo que acabam por viver juntas, temporariamente e contrariadas..., e é aqui que a trapalhada hilariante se vai desenrolado, sendo que vai envolver a vida de muitas mais personagens, e cada uma delas vai ser bem explorada nesta série.

Humor, ironia, sarcasmo, evolução da velhice, segundas oportunidades, esperança, tristeza, conquistas, perdas, risos, homossexualidade, sexualidade na terceira idade, feminismo, amor, amizade, divórcio, independência, arte, crises familiares, maternidade, drogas, estilos alternativos, choque entre gerações, classes sociais, drama, muito drama, esta série tem tudo, com um elenco enorme, entre eles: Jane Fonda, Lily Tomlin, Sam Waterston, Martin Sheen, Brooklyn Decker, Ethan Embry, June Diane Raphael, Baron Vaughn,.... é uma série que dá para uma grande abrangência de públicos, desde o público masculino e feminino, e desde o público adolescente até à terceira idade, pois o drama aqui desenrolado e a história intercalada de tantas diversas personagens faz com que seja uma série muito diversificada e basicamente é indicada para todos aqueles que adoram uma boa sessão de gargalhadas!

Sem comentários:

Publicar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑