Opinião Série: Buffy, A Caçadora de Vampiros

SINOPSE: Buffy é uma adolescente normal, que descobre que afinal não é assim tão normal; Ela é a Caçadora, uma rapariga que tem de lutar contra vampiros, demónios e muitos outros vilões sobrenaturais enquanto procura sobreviver à escola e aos encontros amorosos. Com uma pequena ajuda do seu grupos de amigos: Willow, a intelectual; Cordelia, a rapariga popular; Xander, um rapaz normal; Angel, um vampiro; Spike, vampiro e vilão ambivalente e Giles, o seu Observador e Guardião...


“In Every Generation, There Is A Chosen One. She Alone Shall Stand Against The Vampires, Demons And Forces Of Darkness. She Is The Slayer.”

Se eu só pudesse escolher uma série - a série da minha vida - seria a Buffy - Caçadora de Vampiros.

Esta série marcou a minha adolescência, e fez-me companhia durante anos, nos piores e melhores momentos.

Uma série que tem tudo: drama, sobrenatural, fraternidade, amizade, amor, sacrifício, homossexualidade, bullying, violência, muita porrada, morte, vida, muitas criaturas mágicas, mitologia, demonologia, teologia, abusos diversos, wicca, segundas oportunidades, a transformação da adolescência para o mundo adulto, amor, muito amor, daquele trágico e dramático, mas bonito, mesmo bonito, magia, terror, corações partidos, desespero, esperança, muita comédia e humor, ... sendo que o mais marcante nesta série é o valor da verdadeira amizade, e a capacidade humana para o pior e o melhor...

TRAILER

Buffy Anne Summers, recebeu o chamamento para cumprir o seu destino com a Escolhida/Caçadora aos 15 anos, algo que mudou para sempre a sua vida. Nem sempre que sentiu feliz nesse papel, pelo contrário, a sensação de que foi injustiçada com tal responsabilidade está bastante presente na série, mas acaba por se adaptar, e torna-se na melhor Caçadora - e a que mais anos sobreviveu - de sempre. Consegue aguentar com a ajuda dos seus amigos - o Scooby Gang - Rupert, Willow, Xander, e outros que vão surgindo ao longo das 7 temporadas.

“I'm the thing that monsters have nightmares about.” ― Buffy Summers

Angelus, nascido por volta de 1700 e anteriormente conhecido com um dos vampiros mais cruéis de sempre, a maior paixão da minha adolescência e o amor da vida de Buffy, amor esse que sempre foi e sempre será,... o amor trágico e impossível dos dois é pura e simplesmente apaixonante... Angel é um vampiro que foi amaldiçoado por uma família de ciganos, quando, ao seduzir e matar uma jovem cigana a família se vinga, lançando-lhe um feitiço: devolvendo-lhe a sua alma mortal. E agora terá de viver como vampiro, com remorsos torturadores de tudo o que fez enquanto vampiro sem alma, vagueando eternamente pela terra a carregar o fardo dos seus pecados a todos os momentos da sua existência, combatendo as forças das trevas de forma a compensar todo o mal que fez, tornando-se assim um traidor da própria espécie... até ao dia em que conhece a nova caçadora, Buffy.

“I love you. I try not to, but i can’t stop.” ― Angel

Rupert Edmund Giles, o Guardião/Observador da Escolhida/Buffy, acaba por se tornar uma figura paternal para Buffy, cujo verdadeiro pai não faz parte da equação, Giles é uma personagem com muitos segredos e escândalos de juventude, tenho-lhe imenso carinho é e das personagens minhas preferidas de sempre, além de tudo ainda faz de bibliotecário, sendo um grande apaixonado por livros, além de ser extremamente corajoso e inteligente!

Books smell. Musty and rich. The knowledge gained from a computer, it has no texture, no context. It's there and then it's gone. If it's to last, then the getting of knowledge should be tangible, it should be...smelly.” ―  Giles

Willow Danielle Rosenberg, melhor amiga da Buffy, marrona e apaixonada por livros, é uma das personagens que mais vai mudar e evoluir na série, a mudança será radical, não quero dar spoilers para quem ainda não viu a série, mas é sem dúvida uma das personagens mais fascinantes da série, e das minhas mais queridas, de uma complexidade fascinante!

“The magicks i used are very powerful. I'm very powerful. And maybe it's not such a good idea for you to piss me off.” ― Willow

Alexander Lavelle "Xander" Harris, é o "normal" do grupo e ressente-se muito com isso, sente que não serve para nada a não ser para empatar, algo que tenta constantemente superar. Tem uma paixão secreta pela Buffy, é o seu melhor amigo, junto com a Willow, que tem uma paixão secreta por ele! Eis algum do drama romântico presente na primeira temporada, mas muito vai mudar ao longo das temporadas, eu adoro o Xander e ele é muito mais importante do que alguma vez terá noção...

“I laugh in the face of danger, and then i hide until it goes away.” ― Xander

Cordelia Chase, a típica líder de claque americana, a mais popular da escola, mimada e mesquinha, praticante de bullying, superficial e egocêntrica, é a inimiga assumida da Buffy e dos amigos, até ao dia em que as coisas mudam... nunca gostei desta personagem por aí além, pouca estima lhe guardei, mas destaco aqui pois é importante na série até determinado ponto, e acaba por provar o seu valor.

Look, Buffy, you may be hot stuff when it comes to demonology or whatever... but when it comes to dating, i´m the slayer!”   Cordelia

Daniel "Oz" Osbourne, é uma personagem muito querida, muito maturo e ponderado para a idade, muito pacifico, mas com um terrível segredo que atormenta a sua existência, no entanto, irá ser aceite no "Scooby Gang" como um deles e é uma personagem fascinante... é guitarrista, tem uma banda: os «Dingoes Ate My Baby», costuma tocar no clube nocturno onde o pessoal vai todo, o «Bronze», e é uma personagem que eu estimo muito.

“...See, in my fantasy, when i'm kissing you, you're kissing me. It's okay, i can wait.” ― Oz

Spike, nascido com o nome William Pratt, nasceu por volta de 1800 e era um burguês rico e snobe, até se ter tornado vampiro. A sua história é extensamente explorada na série, e é fascinante. O que eu sinto em relação ao Spike é uma relação de amor-ódio brutal! Cheguei a detestar profundamente o Spike e a desejar-lhe a morte, e cheguei a adorá-lo imenso e foi das personagens que mais me fez rir na série, ele é inteligente, mas bruto, arrogante, machista, sarcástico, irónico, mas, no final... mostra quem é mesmo e o que vale e eu adoro-o, tive um fraquinho por ele, sendo que passou a tornar-se nas minhas personagens preferidas!

“If every vampire who said he was at the crucifixion was actually there, it would have been like Woodstock.”  Spike
Há muitas mais personagens, imensas, um mundo delas, cada uma com a sua história, aqui desataquei apenas aquelas de que mais gosto, há no entanto duas personagens que eu detestei de tal maneira, que vou apenas mencionar os nomes: Faith e Dawn. São personagens que só vão aparecer muito mais para a frente na série, e são personagens de que eu nunca consegui gostar e me irritam profundamente, digo mesmo que as detesto profundamente, apesar de tudo o que aconteceu e o que provaram, ainda hoje as detesto.

Ao longo da série, vamos conhecer muito profunda e intimamente cada uma das suas personagens, os seus segredos, histórias e sentimentos... é uma série brutalmente completa e fascinante... que saudades....

A história de amor de Buffy e Angel, para mim, é uma das mais bonitas de sempre... tenho uma predilecção total por histórias de amor trágicas - vai-se lá saber - e esta é uma das que mais gosto. O Angel foi a maior paixão platónica da minha adolescência, chegava-me a doer o coração do "amor" que sentia por ele! Juventude...


Vivi esta série com uma intensidade brutal, quem me dera voltar a estes tempos nem que fosse só por um dia, e voltar a viver aquelas emoções com aquela intensidade novamente....

4 comentários:

  1. Lembro-me bem de esperar ansiosamente por cada novo episódio. Acho que tenho de rever a série um dia destes ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu! Até me fechada no quarto religiosamente agarrada à TV a ver os novos episódios! <3
      Hei-de rever em breve!

      Eliminar
  2. O Angel era o Angel mas no fim eu torcia pelo Spike, afinal o Angel sem alma era um filho da mãe e o Spike mesmo sem alma tinha mais sentido no que dizia ou fazia. Esta é a minha série. ajudou-me imenso durante a minha adolescência pois eu relacionava-me com muita coisa. A loucura de deixar 2 videos a gravar para poder ver os episódios que davam de madrugada..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como te compreendo! :P
      No entanto em relação ao Angel-Spike não concordo, eles eram os dois grandes filhos da mãe, de facto eram grandes compinchas, de facto o Spike é conhecido como: William, o sanguinário, mas o Skipe teve muito mais tempo para se envolver/mudar do que o Angel, que não teve hipótese para tal, pois aconteceu o que aconteceu - não vou revelar para não conter spoilers - mas o Angel sem alma não foi tão explorado como o Spike, porque o Spike só passado muito tempo começou a mudar, porque ele era um verdadeiro sacana psicopata torturador, mas com o tempo passei a ganhar estima pelo Spike tanto que a determinada altura a "paixão" que eu tinha pelo Angel começou a esvair-se porque, sinceramente, tornou-se um valente "pãozinho sem sal" e o Spike é muito mais entusiasmante! :P

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑