Opinião: A Admirável História de Greta Thunberg | Valentina Camerini

A biografia não oficial de Greta Thunberg
SINOPSE: "Nunca somos demasiado pequenos para fazer grandes coisas."
Uma biografia ilustrada de Greta Thunberg, a adolescente que decidiu lutar pelo clima e o futuro do planeta, inspiradora do movimento #Fridaysforfuture.
Rapidamente ganhou apoios e mais participantes, até se tornar um símbolo global dos protestos pela justiça climática.
Por essa razão é candidata ao Prémio Nobel da Paz 2019.


 Li este livro de uma assentada, num par de horas... desde o início deste ano que sigo os movimentos da Greta, que eu muito admiro, mas não fazia ideia da maior parte dos factos da vida dela apresentados neste livro, foi muitíssimo interessante.

Sempre me perguntei onde é que ela tinha tido a ideia de ir para a frente do parlamento  de Helgeandsholmen, com um cartaz a dizer: "Skolstrejk för klimatet", como os pais lidaram com isso, como o Síndrome de Asperger influenciou esta sua luta, não fazia ideia de que ela tinha uma irmã, e menos sabia que a irmã sofre com o mesmo síndrome, que o pai é um actor famoso e que a mãe é cantora lírica, entre muitas outras curiosidades e factos que, no final da leitura, nos deixam a conhecer bem esta jovem tão corajosa, as suas lutas e motivações.
Só há duas coisas que eu tenho a apontar: que o capítulo dedicado a explicar as alterações climáticas às crianças, na minha opinião, não está escrito numa linguagem especificamente direccionada para as mesmas, pois tem palavras e expressões "caras", estará mais direccionada para os adolescentes, por exemplo... no entanto no final do livro há um glossário que explica a maior parte dos termos utilizados, muito bem organizado e explicado.

E há uma incoerência que achei estranha, no capítulo onde dá algumas ideias do que podemos fazer para ajudar o ambiente, diz assim: sendo que as embalagens, caixas e pacotes consomem recursos ao serem produzidos, quando se for a comprar algo, quanto mais pequena for a caixa, melhor...? Será um erro de revisão? Porque se é para comprar algo embalado em plástico, quanto maior for a caixa, melhor, por exemplo, no caso dos shampoos, detergentes, óleos, etc, etc, porque ao comprar pequenos, estamos sempre a comprar embalagens de plástico, por isso, nesses casos, mais vale comprar grandes, para durar mais, são mais baratos, e é menos embalagens de plástico que estamos sempre a comprar...

Nota posterior à publicação: Já tive resposta da editora, e o mal entendido aqui é supostamente querer dar a entender que o melhor é sermos minimalistas, e comprar apenas o estritamente necessário, mas a meu entender, nesse aspecto, está uma abordagem um pouco confusa 😅, fora essa anotação, o livro está muito bem escrito e explicito.
Está escrito numa linguagem muito acessível, de fácil leitura e compreensão, e com umas ilustrações muito giras, completo, rico em informação e interessante, recomendo a sua leitura sem reservas!

Notícias de Portugal e vídeos legendados






11 comentários:

  1. Bom dia. Também me parece um leitura interessante. Também fico intrigada com essa da caixa quanto mãos pequena melhor... Que tal fazermos a questão à editora?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Correção : Quanto mais pequena

      Eliminar
    2. Já tive resposta da editora, e o mal entendido é supostamente querer dar a entender que o melhor é sermos minimalistas, e comprar o estritamente necessário, mas a meu entender está ali uma abordagem um pouco confusa 😅

      Eliminar
  2. Parece-me um livro bastante inspirador :)

    ResponderEliminar
  3. São estas crianças e jovens que me fazem acreditar no futuro sorridente do nosso Planeta e na sua sustentabilidade.
    Tomara que existissem muitas Greta Thunberg, mas com verdadeira convicção!
    Quando estava a ler a sua opinião e a sua interrogação em relação ao tamanho ideal das embalagens de plástico, pensei logo que as pequenas devem ser a melhor opção ambiental, por usar o mínimo no seu fabrico.
    Depos verifiquei que já fez uma adenda posterior, à publicação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, tomara que apareçam muitos mais jovens assim, e já andam por aí uns quantos, alguns mais falados do que outros, mas andam por ai ;)
      Relativamente à questão das embalagens, já li vários livros relativamente à questão do plástico, irei publicar a opinião deles em breve aqui no blog, e em nenhum nunca apareceu essa questão de embalagens mais pequenas ser mais sustentável, pelo contrário... imaginemos que compro uma embalagem de shampoo pequena, dai a uma semana, tenho de comprar outra, porque aquela acabou, e depois para a semana a seguir volto a comprar outra... é um desperdício de plástico e dinheiro, mais vale comprar uma embalagem familiar para durar muito e evitar andar a comprar plástico constantemente... (eu nem isso, que uso shampoo em sabão), agora, a questão do minimalismo, faz todo o sentido :)

      Eliminar
  4. Uma menina tão simples mas ao mesmo tempo tão inspiradora. Quem dera a muitos de nós ter a coragem que ela teve (e ainda tem) para dar a cara e a voz à sua vontade de melhorar o estado do planeta!
    Concordo contigo em relação à questão das embalagens, pois se forem maiores, trazem mais quantidade e rendem mais, mas também percebo a parte do minimalismo. Temos é de ser conscientes e saber tomar as melhores opções! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda mais com as limitações de saúde dela, não desiste e luta sem descanso, é uma verdadeira inspiração!

      Eliminar
  5. Um grande exemplo mesmo! A prova de que agir apenas depende de nós, e de que todos podemos fazer a diferença!

    ResponderEliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑