22 de Abril | Dia Mundial da Terra


Todos os anos, a 22 de abril, celebra-se o Dia Mundial da Terra.

Origem da data
A data foi criada em 1970, pelo senador norte-americano Gaylord Nelson que resolveu realizar um protesto contra a poluição da Terra, depois de verificar as consequências do desastre petrolífero de Santa Barbara, na Califórnia, ocorrido em 1969.

Inspirado pelos protestos dos jovens norte-americanos que contestavam a guerra, Gaylord Nelson, desenvolveu esforços para conseguir colocar o tema da preservação da Terra na agenda política norte-americana.

A população aderiu em força à manifestação e mais de 20 milhões de americanos manifestaram-se a favor da preservação da terra e do ambiente.

Atividades
Todos os anos, no dia 22 de abril, milhões de cidadãos em todo o mundo manifestam o seu compromisso na preservação do ambiente e da sustentabilidade da Terra. Neste dia de cariz educativo escrevem-se frases e poemas sobre a importância do planeta Terra nas escolas, entre outras atividades.

É possível juntar-se a atividades existentes, criar eventos próprios, doar dinheiro, ou tomar simples atos como plantar uma árvore ou separar o lixo, por exemplo.
O Dia Mundial da Terra conta já com mais de mil milhões de atos realizados em prol do ambiente ao longo da história. É o maior dia do ano para o planeta Terra, desejando que todos os habitantes do mundo realizem algum ato que o proteja. Este ato será uma espécie de semente para regar durante o resto do ano.

Impacto ambiental
Investigadores e associações ambientalistas alertam para o perigo e consequências do aquecimento global da Terra, nomeadamente:
  • aumento da temperatura global da Terra;
  • extinção de espécies animais;
  • aumento do nível dos oceanos;
  • escassez de água potável;
  • maior número de catástrofes naturais, como tempestades, secas e ondas de calor.

Fonte: Calendarr

2 comentários:

  1. E pensar que o que é preocupação para uns há 50 anos, é desinteresse para outros ainda nos dias de hoje...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sem dúvida, já no movimento "Peace and Love" andaram nestas andanças mesmo a sério, e na altura sem redes sociais nem nada e mesmo assim conseguiram fazer "barulho", mas ao invés de melhorar creio que piorou em muitos sentidos... :(
      “Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la”... :(

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑