Opinião: Allegro Ma Non Troppo - As leis fundamentais da estupidez humana | Carlo M. Cipolla

10 de novembro de 2018

SINOPSE: Por que razão um estúpido é mais perigoso que um bandido? Qual é a relação histórica entre o consumo da pimenta, o desenvolvimento da metalurgia e a difusão do nome Smith? Estas e outras intrigantes perguntas encontram resposta nos dois divertidos ensaios que compõem este livro, uma pirueta anárquica de fino humor; o primeiro ensaio é uma paródia hilariante da história económica e social da idade Média, com o Império Romano à mistura; o segundo, uma deliciosa brincadeira, em jeito de teoria geral da estupidez humana. Duas pequenas obras-primas de jocosa extravagância intelectual, que nos propõem uma pausa de irreprimível comicidade e humorismo.
Esta obra destina-se a todos os leitores sem excepção, em especial aos interessados pelas peripécias da História e aos amantes da escrita irónica e perspicaz.

Eu sei que pode não parecer, pelo título, pela capa, por ser tão pouco conhecido em Portugal, mas este livro é um dos livros mais interessantes, divertidos e inteligentes que eu já li na vida!

A sinopse já narra bastante bem do que este livro se trata, e acreditem, vale bem a pena!
 Este livro não fala exclusivamente da estupidez humana, apesar de ser uma constante, não só no humano, como na história da humanidade, mas também relata curiosidades históricas interessantíssimas e com alguns factos que eu desconhecia totalmente, tal como a importância da pimenta na nossa história, como um simples condimento revolucionou tudo, falta da história desde os tempos romanos, à idade medieval até aos nossos dias, é um livro de leitura muito fácil, divertida, curiosa e interessante.

 De uma forma muito inteligente, neste livro encontramos história, filosofia, matemática, aritmética, sempre no contexto da estupidez humana, é incrível...
 Qualquer pessoa, de qualquer idade, cultura ou religião ficará regalada com esta leitura, mas quanto mais lia mais me ia lembrando de certas pessoas com quem já tive o enorme prazer de ter conversas muito cultas e ricas, normalmente mais velhas do que eu, porque segundo a minha mãe, eu sou uma "alma antiga", e sempre me dei melhor com pessoal com mais idade, então lembrei-me de bibliotecários/as, professores/as, vereadoras/as, entre outros com quem já tive o prazer de conversar, e provavelmente nunca ouviram falar deste livro, e este livro é rico em conteúdo de temas de muitas das nossas conversas, e eu sei que vão adorar! Então já sei o que recomendar quando os reencontrar, e este livro até já tem destino onde vai ser o melhor local para ser doado, e apreciado! ;)

Outro local onde este livro tinha feito furor, eram nas minhas aulas de filosofia, dava debate para muitas horas de aulas...
 Este livro foi traduzido do original italiano pelo querido senhor Joaquim Soares da Costa, o editor da Texto & Grafia, que já tive o gosto em conhecer e em ter uma conversa muito culta, inteligente e interessante, tal como este livro o é. Em breve publico a minha visita à editora, para vocês poderem ver ;)

Recomendo sem reservas, é um livro original e divertido, que nos enche de cultura e gargalhadas! Imperdível!


10 comentários:

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑