[Opinião] O homem da gaita | Letra: José (Zeca) Afonso | Ilustrações: Rui Pedro Lourenço

Um poema de José (Zeca) Afonso transformou-se em livro ilustrado pela mão de uma nova editora, A Barca do Inferno. O Homem da Gaita é uma canção que faz parte do álbum de 1976 Com as Minhas Tamanquinhas. Uma história tradicional portuguesa que conta como, “numa terra cinzenta e sem alegria, onde cada um vive mergulhado nas suas preocupações, um homem tem o condão de pôr toda a gente a dançar”.

Começa assim: “Havia na terra/ um homem que tinha/ uma gaita bem de pasmar./ Se alguém a ouvia/ fosse gente ou bicho/ entrava na roda a dançar.” Há-de haver loiça partida, tentativa de julgamento e muita dança, até da “mãe entrevada”. A música (as artes) como semente de mudança, que o autor e compositor tão bem provou no seu percurso. As ilustrações de Rui Pedro Lourenço convidam ao baile, as figuras em movimento têm um ar divertido e até o inicialmente aterrador juiz (aqui símbolo de tudo o que é proibido) se torna amável ao escutar a gaita e dar um pezinho de dança.

Este livro nasceu de uma ideia de Rui Pedro Lourenço e Mafalda Brito e foi em parte financiado por público anónimo, criando-se uma rede de cumplicidades, interesses comuns e assegurando-se a viabilidade de uma edição de mil exemplares. Também este pode ser um caminho de mudança. Siga a dança.
(Texto divulgado no Público de 2 de Fevereiro de 2013. Na página Crianças.)

A-D-O-R-E-I! Que livro giro!

Não posso dizer que me lembre desta música, mas possivelmente os meus pais e avós sim, e acho maravilhoso irem buscar estas músicas (ou ditos, ou poemas, ou expressões...) mais antigos, tipicamente portugueses, e darem-lhes nova vida de forma a serem apresentados e preservados pela nova geração. Fantástico!
As ilustrações e as cores são giríssimas, e sem dúvida cativantes, tanto para os pequenos como para os "maiores"....
É também daquele tipo de leitura excelente para despertar a curiosidade dos mais pequenos para palavras típicas portuguesas mais difíceis ou que caíram em desuso, fazendo-os questionar ou investigar no dicionário o que significam e quem sabe, passar a integrar no seu vocabulário.
 Esta foi a ilustração de que mais gostei, gostei de tudo, da letra, da ironia, da velhota, do gato, dos esqueletos dançantes, adorei.
Outra coisa de que gostei foi as ilustrações serem complementadas com sobreposições de jornais e pautas de música, fica muito giro e original!
Resumindo, é um livro muito bonito, tipicamente português, divertido, e tenho a certeza de que as crianças (e os pais!) vão adorar!

Um livro 100% português e em papel reciclado.

Aqui fica o vídeo de apresentação do projecto:

4 comentários:

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑