[Opinião] A Viúva | Fiona Barton

SINOPSE
Um marido amoroso ou um assassino sem coração... Ela sabia, não sabia? 
A MULHER: A existência de Jean Taylor era de uma banalidade abençoada. Uma boa casa, um bom marido. Glen era tudo o que sempre desejara na vida: o seu Príncipe Encantado. Até que tudo mudou.
O MARIDO: Os jornais inventaram um novo nome para Glen: monstro, era o que gritavam e lhe chamavam. Jean estava casada com um homem acusado de algo impossível de imaginar. E à medida que os anos foram passando sem qualquer sinal da menina que alegadamente raptara, a vida de ambos foi sendo escrutinada nas primeiras páginas dos jornais.
A VIÚVA: Agora, Glen está morto e pela primeira vez Jean está só, livre para contar a sua versão da história.
Jean Taylor prepara-se para nos contar o que sabe.

Bem... Que livro perturbador...
Não sei bem o que pensar depois desta leitura, não é que tenha sido altamente imprevisível, eu desde cedo desconfiei de certos factos que se confirmaram, outros surpreenderam-me, especialmente a Jean Taylor, que da história toda foi quem mais me fascinou, especialmente mais para dentro da história, pois no início é uma insonsa incrível e eu já estava a ver que tudo o que fosse relacionado com ela seria monótono, mas afinal revelou-se uma surpresa...

Apesar de já ter lido livros do género muito mais intensos, misteriosos e obsessivos, não descansei realmente até terminar a leitura, pois a determinado ponto queria mesmo saber o desfecho e queria perceber como é que certas situações se deram, e porquê.

A escrita é muito típica "inglesa", as casas, os estilos, o tipo de conversas, aquela forma de falar educada típica de ser inglesa que eu até gosto.

Umas das coisas que mais achei interessantes foi a autora se basear em histórias reais para contar esta, e assistir a julgamentos em que observa as envolvidas, directa ou neste caso indirectamente em crimes, neste caso o das mulheres cujos maridos se revelam verdadeiros "monstros".

Nem quero imaginar o horror de partilhar a vida com uma pessoa, e ainda por cima não são meros dias, são anos! Anos de nós, da nossa vida, com uma pessoa completamente distorcida do qual nada sabíamos, apesar de acharmos saber tudo sobre a pessoa com que partilhamos a vida!
Altamente desconcertante...

Apesar desta história ter um pouco de rodeios demais para o meu gosto, está muito bem escrita, com detalhes muito concisos e até academicamente interessantes para quem se interessa pela temática da criminologia, estudar a psique deste tipo de criminosos, o que os motiva, como fazem, quando, a forma como enganam as pessoas, ao parecerem uma coisa e serem outra...

E a forma como essas pessoas conseguem, indirecta ou directamente, destruir a vida dos seus familiares, de um dia para o outro... Retrata também a brutalidade jornalística, o descuidado de certos pais com os seus filhos, e umas quantas realidades da vida, destes tempos, da realidade que nos rodeia...

Resumindo, foi uma leitura interessante, com uma escrita muito fluída e fácil de acompanhar, bem narrada e detalhada, recomendo para os fãs de thrillers policiais.



2 comentários:

  1. Olá!

    A seguir o teu blogue! Não conhecia ainda, gostei muito, parabéns!

    Beijinhos
    Blogue | Facebook | Instagram | Youtube | Zomato | Pinterest

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá MissB. Muito obrigada!! :D
      Sê muito bem vida, espero que continues a gostar! <3

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑