[Opinião] Eu Estive Aqui | Gayle Forman

SINOPSE
Cody fica chocada e arrasada com o suicídio de Meg, a sua melhor amiga. A pedido dos pais desta, Cody viaja até Tacoma, onde a amiga estudava, para reunir os seus pertences. Espantada, Cody descobre que Meg nunca lhe falara de inúmeros aspetos da sua vida. Por exemplo, os novos amigos, que são o tipo de pessoas com quem Meg nunca se daria antes de entrar para a faculdade, ou Ben, o vocalista de uma banda por quem a jovem se apaixonara.Porém, a sua maior descoberta ocorre quando acede ao computador de Meg e de repente tudo o que pensava que sabia sobre a morte da amiga se desmorona. Cody decide então levar esta descoberta às últimas consequências. Eu Estive Aqui é o novo romance de Gayle Forman, autora do bestseller internacional Se Eu Ficar.

O primeiro livro que li da Gayle Forman, nem o li... Devorei! Devorei tudo numas poucas horas, não conseguia parar de ler nem por nada... Apesar de já ter lido um par mais de livros dela, nunca mais nenhum me cativou como aquele, no entanto, esta é sem dúvida uma autora que eu sigo, a sua escrita é muito fluída e leve, lê-se muito bem e rápido, é uma escrita muito fácil de acompanhar, consigo imaginar tudo o que se está a passar no livro na minha cabeça, como se estivesse a ver um filme.

Gostei deste livro, apesar de não ter tido impacto em mim como teve "Se Eu Ficar", sem dúvida que é fácil de ler como os outros, e o tema explorado é muito interessante.
Não gostei da personagem Cody, e dizer na sinopse que Cody ficou chocada é um disfemismo, pois a mim pareceu-me apenas uma típica adolescente mimada, muito egoísta e que precisa de acordar para a vida...

Para mim, a personagem mais interessante foi mesmo a Meg, conhecê-la através das memórias, do seu computador, e-mails e pessoas que a conheceram. Este livro é interessantíssimo, tal como todas as histórias da Gayle, que exploram temas delicados e correntes, neste caso, o suicídio e depressão, em especial nos adolescentes.


Gostei da abordagem e a forma como explorou esses dois assuntos, e não fazia a mínima ideia de que havia sites, grupos, fóruns de "apoio" ao suicídio, este livro é um bom "abre-olhos" para todos os pais e uma chamada de atenção sobre estes temas e como lidamos com eles. 

Não haja dúvida que é difícil ser adolescente, eu adorava voltar a ter 17 anos, mas nem por nada do mundo gostaria de voltar a passar por tudo aquilo novamente, voltar àquela fase, voltar àquela tristeza constante, aquelas depressões, aquelas incertezas, ... Que por vezes, ainda me assombram, mas não daquela forma tão arrebatadora... Para mim, ser adolescente é viver num constante "fim do mundo"... Se algo que contraria os adolescentes acontece (ou não acontece), é o fim do mundo... A transacção do mundo adolescente para o mundo adulto é algo muito complexo...  Não somos crianças, não somos adultos, vivemos ali naquele "limbo"...

E a importância de não sermos esquecidos, que é algo que também me apoquenta, e se tudo o que eu faço for em vão, se eu não tiver qualquer impacto no mundo, nas pessoas, ou seja no que for? Então, estamos aqui para quê?

Eu estive aqui.

Um livro muito interessante, muito típico da Gayle Forman, recomendo.


4 comentários:

  1. Olá!
    Gayle Forman é uma autora com quem tenha uma relação complicada. Contrariamente ao que aconteceu contigo, o que é natural porque todos temos opiniões diferentes, Se Eu Ficar foi meio que uma desilusão. Talvez tenha entrado com demasiadas expetativas no livro ou talvez não fosse mesmo para mim, mas não me convenceu. Como não sou de desistir, dei uma hipótese ao Espera Por Mim e fui surpreendida da melhor maneira possível, talvez exatamente porque não tinha grandes expetativas. A minha relação com a autora estava então 1-1. Decidi pegar em Deixa-me Ir e também não me convenceu. No entanto, ainda quero dar mais hipóteses à autora exatamente pelo que dizes, mesmo que a história tenha problemas, a escrita flui tão bem... Eu Estive Aqui é, sem dúvida, o seu livro que quero mais ler e ainda bem que vi a tua opinião, assim desci um pouco as expetativas quanto às personagens e pode ser que me apaixone pela história, veremos.
    Um à parte, a estética do teu blog é linda!
    Boas leituras.
    - Mad (http://presa-nas-palavras.blogspot.pt)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá "Mad" :D
      Por incrível que possa parecer, ler que consideras a estética do meu blog linda <3 (obrigada!) era o que eu precisava de ler, pois andava há uns tempos com dúvidas se seria apelativo e estava a incomodar-me há algum tempo =P Fico muito feliz ;)

      Quanto à Gayle Froman, é mesmo isso... A escrita dela é cativante, mesmo que a história (para a pessoa que a lê, a nível pessoal) não seja, mas acredito que a facilidade da leitura será geral, pela maravilhosa fluidez com que ela escreve.

      Já li "Apenas um dia" e não me cativou, talvez por já ter lido mais livros daquele género... para quem nunca leu há-de ser uma estreia fantástica, mas não me convenceu. Hei-de ler "Apenas um ano" para ficar a saber a continuação, mas não é algo que tenha urgência em fazer...

      Tenho mais curiosidade em ler: "Deixa-me ir", mas já não levo as expectativas que eu levava depois de ler "Se eu ficar"... Acredito sinceramente que as histórias dela, todas, têm uma mensagem intensa que toca às pessoas a quem essa mensagem fizer mais impacto, por exemplo, "Se eu ficar": interpreto como uma viagem introspectiva: se vale a pena continuarmos a viver, uma revisão da nossa vida, o que já vivemos, vamos fazer falta?...

      O livro "Eu estive aqui": sobre o suicídio. Acredito que para quem tenha passado por esta situação, este livro vai causar muito impacto... A mim causou, no entanto não gostei mesmo nada da personagem Cody e influenciou imenso, para mim, de forma negativa a seriedade deste tema.

      "Apenas um dia", viver a vida ao máximo, aprender a viver com as nossas escolhas e desilusões, a perseguirmos as nossas ânsias e desejos, ... Para quem já viveu algo semelhante, vai causar mais impacto do que a quem aquela história pouco ou nada diz, no meu caso, achei a história muito imatura e posso dizer que já passei por bem mais, situações bem mais complicadas para aquilo me impactar...

      Mas considero a Gayle Forman uma autora muito especial por isso, que além de nos proporcionar leituras fáceis, ainda consegue tocar e chegar ao coração a vários tipos de pessoas :)

      Eliminar
  2. Este é um livro que quero muito ler! Adoro histórias com temas fortes e tão actuais... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sem dúvida um livro com um tema forte e com uma história bastante actual, este livro é uma boa companhia, muito intenso... :)

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑