[Opinião] A Casa Redonda | Louise Erdrich

21 de setembro de 2017

SINOPSE: A Casa Redonda é um romance brilhante, uma obra-prima da ficção literária. Vencedor do National Book Award de 2012 e eleito um dos melhores romances do ano por diversas publicações, este livro fala de sentimentos poderosos e lança nova luz sobre a maneira como a maturidade pode alterar a relação entre pais e filhos. Erdrich aborda o amor, o ressentimento, a necessidade e as obrigações que unem as famílias. A autora abarca neste livro o trágico, o cómico, um mundo espiritual bem presente nas vidas das suas personagens tão humanas, e uma história sobre um caso de injustiça que, infelizmente, é um reflexo do que acontece hoje no nosso mundo.

Um livro muito interessante, original e surpreendente.

Creio que nunca li nada dentro do género nem da forma como é narrado. A princípio fez-me imensa confusão, pois o livro é todo narrativo, as falas não estão assinaladas por nenhum tipo de pontuação, todo o livro é em forma de narrativa, e até me habituar, como não sabia quando é que as falas iriam aparecer, pois aparecem sem aviso, eu tinha de voltar atrás e ler o parágrafo como parte de um diálogo e não como narrativa, para fazer sentido. Tanto que estive para desistir por causa disso, eu já nem gosto quando substituem os comuns "-" por "«»" ou similar nos diálogos, quanto mais não ter qualquer tipo de sinalização, mas ainda bem que fiz um esforço para tentar ler o livro mesmo assim e ainda nem tinha chegado a meio do livro já me tinha habituado e já conseguia destingir o diálogo da narrativa facilmente.

Esta história é passada numa reserva nativo-americana, o que para mim é uma estreia, nos anos 80. Mais precisa e curiosamente no ano do meu nascimento, em 88. Outro factor fascinante é o facto de a história ser inspirada em várias histórias verídicas, em que nos mostram a realidade e a tremenda injustiça cometida para com os nativos-americanos, a descriminação e crueldade para com eles, na sua própria terra! Com referências verídicas que são bases para quem quiser investigar os temas deste livro mais a fundo.

Este livro é recheado de drama, mistério, romance, laços familiares e de verdadeira amizade, e até tem uma vertente algo policial.
O que mais me fascinou, além da escrita brilhante, incutida de grande realismo e muito emotiva, foram os detalhes soberbos e tão vividos que parecia que estava a ver um filme e não a ler um livro.
As paisagens, as personagens, os sentimentos, tudo narrado de tal forma que me senti totalmente embrenhada na história, foi daqueles livros que li de tal maneira que quando fui a ver as horas, já ia a meio da noite e parecia que tinha começado a ler nem à uma hora atrás, como é possível ter o tempo passado daquela maneira? Mal consegui pousar este livro até o terminar de ler. 
Tinha de saber o que mais ia acontecer, quem foi o culpado, o que o Joe, o personagem principal, um jovem nativo americano de 13 anos ia fazer para resolver a situação de que a sua família foi vítima e se viu mergulhada...
Durante leitura, vamos lendo conforme as coisas acontecem, mas também volta e meia sobre a perspectiva de Joe mais velho, os seus sentimentos sobre o que aconteceu... O que torna tudo ainda mais emocionante e misterioso.

Um livro que me agarrou totalmente, me encantou, fascinou, e até o final é totalmente imprevisível, até para mim, que não sou fácil de surpreender ou ser apanhada desprevenida, o final surpreendeu-me, não estava nada à espera, até fiquei sem saber o que pensar...

Um livro maravilhoso...

16 comentários:

  1. Fiquei bastante curiosa... isto de ser mãe deixa-nos umas lamechas de meter dó!!!

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. E é, sem dúvida. Surpreendeu-me muito pelo positivo :)

      Eliminar
  3. A história parece ser muito interessante, despertou-me a atenção. Quanto ao tipo de escrita penso que no início não será fácil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o início não foi fácil porque não estou mesmo nada habituada a este tipo de narrativa, no entanto a história é tão intensa e interessante que quando dei por mim já lia de tal forma intensa e sôfrega que a questão de os diálogos não estarem assinalados até deixaram de fazer confusão :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Se ler o livro de certo que vai gostar também da história :)

      Eliminar
  5. Nunca li nada desta autora, mas fiquei muito curiosa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida uma autora fascinante, espero que sejam publicados mais livros dela, fiquei fã :D

      Eliminar
  6. Nunca li nada desta autora. Parece uma excelente obra!

    ResponderEliminar
  7. Tudo é interessante neste livro! Adorei a capa e a foto ficou incrível! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por coincidência, tenho um dream catcher muito parecido com o do livro, adorei esse facto :D

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑