Opinião Filme: Cinderela

Título original: Cinderella
De: Kenneth Branagh
Com: Lily James, Hayley Atwell, Helena Bonham Carter, Cate Blanchett, ...
M/6, EUA, 2015, 105 min.
SINOPSE: Após a morte do pai, a jovem Ella fica a viver com a terrível madrasta e as suas duas filhas Anastasia e Drisella. Invejada por todas devido à sua rara beleza e encanto, é obrigada a trabalhar como empregada na própria casa, cedendo aos caprichos das três mulheres. Um dia, num longo passeio pela floresta, conhece um rapaz por quem fica irremediavelmente apaixonada. O que ela não imaginava era que ele fosse nada mais nada menos do que o próprio filho do rei. É então que é anunciado um baile no castelo onde todas as raparigas do reino terão de ser apresentadas ao futuro soberano. No momento em Ella se prepara para ir com as irmãs e a madrasta ao baile de que todos falam, descobre que está proibida de sair de casa. Quando nada parece poder alterar o seu triste destino, surge-lhe a sua fada madrinha, que está disposta a fazê-la brilhar na festa e a conquistar a admiração de todos. Maravilhada, Ella sabe que tem apenas umas horas para se apresentar no baile pois, à meia-noite desse mesmo dia, toda a magia se dispersará e ela voltará aos trajes de "gata borralheira".
Com realização do inglês Kenneth Branagh ("Sonho de Uma Noite de Inverno", "Hamlet", "Thor"), segundo um argumento de Chris Weitz, é a nova versão de um dos mais famosos e antigos contos maravilhosos de todos os tempos. A dar vida às personagens estão os actores Lily James, Cate Blanchett, Richard Madden, Helena Bonham Carter e Stellan Skarsgård. 

Uma história da minha infância, tal como da infância de muitos de nós, que víamos estes filmes da Disney em VHS com áudio Português do Brasil, história essa que ganhou, na forma deste filme, uma nova vida e uma perspectiva completamente diferente. Ou talvez seja eu que agora, como adulta, o veja de forma diferente, mas a criatividade deste filme também ajuda para me dar essa impressão.

Com este filme descobri coisas que não sabia nem aparecia no filme nem nos desenhos animados do meu tempo, explica a fundo a história de Cinderela, até o motivo do seu nome, entre outros aspectos da sua vida que achei muito interessantes. Sem dúvida um filme encantador e apesar de fantasioso, consegue sê-lo a um nível tolerável e até cómico, romântico e interessante.


Ainda mais com a ajuda de uma das minhas actrizes preferidas, Helena Bonham Carter, como fada madrinha, ajudou a que tivesse ainda mais encanto.
As cores, os cenários, os actores, os efeitos especiais, as vozes, os sons, as falas, está tudo fantástico, gostei tanto do filme que penso rever mais algumas vezes, pois está mesmo encantador e inteligente.
Também apreciei mais a personalidade desta Cinderela do que aquela que me lembro do filme de animação da Disney do meu tempo, pois esta tem mais personalidade e mais "garra".

TRAILER

E garantidamente que não é um filme minimamente infantil, pelo menos não no meu ponto de vista. Tem acção, aventura, mistério, drama, e cenas, frases e situações que nos fazem reflectir. É sem dúvida um filme que agradará a todos os membros da família e amigos, desde os mais pequenos aos mais velhos. Para quem já conhecia vai passar a conhecer e a ver a história de uma forma mais encantadora e realista, e quem nunca viu é uma forma excelente e moderna de ficar a conhecer a história de Cinderela...

"Have Courage, and Be Kind"

6 comentários:

  1. Não vi o filme, mas não sei o que pensar sobre ver ou não ver o mesmo. Enquanto filme fico com receio que perca a fantasia da Disney e que seja um filme que já não me consiga cativar tanto (talvez porque já tenho uns quantos anos a mais em cima desde que via estes filmes animados). Mas, se calhar, estou totalmente errada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que posso arriscar dizer que estás enganada, pelo menos, do que já visite das minhas opiniões aqui do blog que possas comparar às tuas, eu adorei o filme, e não só não perde o encanto do original, como este até lhe dá um novo encanto, na minha opinião.
      Não sou grande fã dos remakes, eu sou fã dos originais e que se mantenha, que se deixe de inventar, mas este caso é uma das raras excepções à regra, gostei mesmo muito!

      Já o remake da Bela e o Monstro, não apreciei por ai além...

      Eliminar
  2. Os remakes em geral não me entusiasmam, costumam sempre ficar aquém do original e os remakes em imagem real de filmes que nos são tão queridos, ainda menos. Porém, este filme não ficou nada mal. Até gostei. Mostrava novas perspectivas da história, como disseste, que não nos foram mostradas nos filmes de animação. Mas continuo a achar a versão animada muito melhor.
    Ainda não vi o remake da Bela e o Monstro, porque não estou nada confiante. O filme original da Disney é um dos meus preferidos deste género e acho que o remake não vai superá-lo.
    Outro filme que vai sair para o ano é o Aladino e pelas imagens que já vi também não me está a entusiasmar muito.
    O Dumbo é o único que me parece poder superar as expectativas, já o Rei Leão também não me está a entusiasmar muito, ao contrário da grande maioria das pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério, vão sair esses ramakes todos? Caramba, viva a falta de originalidade, estão a ficar sem imaginação para novas obras de arte... :/
      Quando ao remake da Bela e o Monstro, é um dos mais de 300 filmes cuja opinião tenho em atraso para publicar aqui no blog (hei-de chegar lá!), a mim, não só não me conquistou, como não gostei nada... :/

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑