Opinião: Cancro da Mama - Respostas sempre à mão | Emma Pennery | Val Speechley | Maxine Rosenfield

Sobre o livro: Caso suspeite ter cancro da mama, irá sentir uma amálgama de emoções: medo e preocupação, raiva e confusão. Caso já tenha sido diagnosticado, irá inevitavelmente pensar “Porquê eu?”. À medida que digere a informação e começa a lidar com o cancro, irão surgir muitas outras perguntas.
Este livro fornece respostas abrangentes e reconfortantes a mais de 350 perguntas efectuadas por pessoas reais sobre todos os aspectos do cancro da mama. Abrange as questões que pode ter-se esquecido de perguntar ao médico e que a irão ajudar a compreender e a conformar-se com a doença que será única para si.
A obra inclui:
  • Informação medicamente exacta sobre os sinais e sintomas do cancro da mama;
  • Orientação sobre as formas de tratamento e cuidados, incluindo cirurgia, radioterapia e quimioterapia;
  • Informação sobre terapias alternativas;
  • Conselhos práticos sobre a gestão da vida com e após o cancro – alimentação, exercício físico, trabalho, finanças;
  • Dicas sobre relacionamentos, família e locais onde se deve dirigir para obter ajuda.
Prefácio por Simone de Oliveira
Edição adaptada à realidade portuguesa
Apoio: Laço

Este livro incluí ainda:
  • O que é o cancro da mama
  • Sintomas, rastreio e exames
  • Tratamentos e cuidados
  • Terapias alternativas
  • Imediatamente após o tratamento
  • A vida com e após o cancro da mama
  • O futuro

Texto de apresentação e livro escritos ao abrigo da antiga ortografia.

Este assunto é delicado para mim, pois com 15 anos fui operada de urgência para remover um tumor no seio direito. Felizmente foi removido a tempo.

Depois de ir a muitos médicos maus, péssimos, que nem para varrer o chão servem, que apenas pelo facto de eu ser tão nova na altura, diziam: "não é nada de mais" diziam, "um quistosito". No entanto "aquilo" continuava a crescer, e cresceu tanto que me deformava o seio, até que quando comecei a ter mesmo muitas dores, frequentemente, os meus pais levaram-me a um especialista sério, de renome e ele disse-me: "Tens de ir à faca, já!". Na altura nem conhecia essa expressão e fiquei apavorada. Tanto pela expressão "faca!" como pela preocupação na voz dele e os olhos muito abertos enquanto passava a máquina com aquele gel frio no meu peito e olhava para o monitor.

Dois dias depois estava numa maca, com montes de gente de bata à minha volta no hospital, pronta para anestesia geral e a cirurgia para remover "aquilo". Quando o removeram tinha 5 cm de diâmetro, disseram que parecia uma bola de golfe, pela forma e diâmetro. Eu vi "aquilo" numa espécie de copo, para a biopsia, pois eu não parava de repetir "quero ver aquilo cá fora, quero ver aquilo fora de mim" e a minha mãe pediu para me mostrarem, para eu ter a certeza que tinham tirado tudo... Estava super drogada da anestesia e dos medicamentos para as dores e deu-me para aquilo... E era nojento de se ver.
 A cicatriz ainda cá está, só posso usar sitiens sem aros desde a operação (o que antes de ser moda era muito difícil mesmo de encontrar, ou então eram caríssimos, por isso andei muitos anos só com os desportivos), e tenho de ir fazer exames com mais frequência do que é o normal.

Comprei este livro para o oferecer à minha biblioteca, depois de o ler, para toda a minha comunidade poder ter acesso a ele, e venho agora apresentar-vos também, pois acredito que muita gente não o conhece e acreditem.... É muito útil e prático. Depois de doar à minha biblioteca vou arranjar uma cópia para ter para mim.

É um livro muito fácil de ler, muito conciso, pertinente, esclarecedor e se alguém ficar com alguma dúvida ou questão depois de o ler, será algo extremamente específico, pois não imagino mais nada que fique por perguntar ou esclarecer.

Por exemplo:
- "Posso perder o meu emprego se precisar de tirar uns dias por causa do meu cancro ou do tratamento?"
- "Que tipo de formação têm de ter os terapeutas alternativos?"
- "Posso fazer radioterapeia em vez de uma operação?"


E muitas mais, de todo o tipo... É como já referi, este livro tira as dúvidas todas, tem respostas completas, curtas, concisas, fáceis de perceber. Até tira dúvidas que eu não tinha e nem sequer fazia a mínima ideia, pois nem nunca tinha pensado no assunto daquela forma ou sequer imaginava.


No final, no Glossário contém uma espécie de dicionário com todos os termos utilizados, por exemplo:
"Recidiva local - o reaparecimento de um cancro na sua localização primária após tratamento".
"Linfedema - inchaço dos tecidos provocado por uma má drenagem linfática, como no braço, por exemplo."


Contém também, na parte final do livro:
Anexo: outras fontes de ajuda e de informações com livros, sites, organizações sobre o tema.



Considero que é o livro mais completo, bem estruturado e organizado que já me passou pelas mãos, não só sobre este tema em especifico, como no geral. Deveria de haver mais livros com a mesma estrutura deste, relacionados com outros temas.

"Este livro não é um livro básico, nem triste. É um livro de verdades." - Prefácio Simone de Oliveira


4 comentários:

  1. Um livro, certamente, muito útil por todas as informações que transmite. O cancro da mama atinge, infelizmente, muitas pessoas e toda a ajuda é bem-vinda (para os próprios e para aqueles que lhes estão mais próximos).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, além deste tipo de livros ser um excelente apoio tanto para os profissionais da área, como para os atingidos por este mal, como pelos familiares e amigos do doente,, pois quando compreendemos uma coisa, conseguimos lidar melhor com ela, dentro dos possíveis :/

      Eliminar
  2. Devemos estar sempre alerta para este assunto

    ResponderEliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★
↧↧ ↧↧ ↧↧
✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑